Entenda tudo sobre o mundo das Milhas e Viagens.

Na Hot Milhas a segurança está em primeiro lugar, mais de 1.000.000 pessoas aprovam no Facebook.

Blog

17 jul 2017

6 opções para investir seu dinheiro!

Para quem nunca investiu antes, aplicar seu dinheiro e fazê-lo render pode parecer um pouco intimidador. Porém, na verdade, esse é um processo muito mais simples e acessível do que se pensa. Se você agir com cautela e da forma certa, seu dinheiro pode trazer boa rentabilidade e garantir uma vida financeira mais segura e tranquila.

Se você tem medo ou simplesmente não sabe como fazer isso, não se preocupe: vamos apresentar neste artigo dicas, estratégias e opções para investir seu dinheiro da melhor forma possível. Confira!

Descobrindo seu perfil de investidor

No mercado financeiro existem diversos tipos de investidores: da pessoa que pensa em longo prazo e faz aplicações de forma moderada até aquela que quer dinheiro rápido e se arrisca mais. Cada um desses casos exigirá uma estratégia de investimentos diferente.

Por isso, o aspecto mais importante para começar a investir da melhor forma possível é saber em qual dessas situações você se encaixa. Será o seu perfil que mostrará quais são as estratégias e aplicações mais recomendáveis para o seu caso.

Agressivo

Pessoas com o perfil agressivo são mais tolerantes ao risco dos investimentos. Esse tipo investidor não se importa se tal aplicação é arriscada, pois prefere uma rentabilidade maior, mesmo que às vezes elas possam causar prejuízo.

Por isso, as opções de pessoas com esse perfil são mais focadas em ativos voláteis, altamente sensíveis ao humor do mercado, com maior nível de risco e com potencial para retornarem ganhos maiores.

Moderado

O investidor de perfil mais moderado tolera uma maior flexibilidade na relação risco/retorno. Essas pessoas escolhem ativos que possam oferecer certa proteção nos maus momentos, mas ainda assim mantendo algum ativo mais arriscado na carteira.

Nesse caso, o normal é dividir bem a alocação de ativos entre renda fixa e variável, alinhando o tipo de papel escolhido com o objetivo da aplicação. O investidor moderado diminuirá o risco de sua carteira, ao mesmo tempo em que garante uma rentabilidade maior que a poupança.

Conservador

Com um perfil mais conservador, o investidor aplica para formar uma carteira com ativos mais seguros. Devido à sua preferência pela estabilidade, seus investimentos serão sempre em papéis de rentabilidade previsível e não tão atraentes assim de um ponto de vista do lucro. O risco será sempre o menor possível e os ganhos serão baixos, quase nunca maiores do que 10% ao ano.

É clara a preferência do investidor conservador por opções de renda fixa e por aplicações em ações de empresas de bom histórico, que paguem bons dividendos e que não apresentem grande volatilidade.

Investindo de acordo com os seus objetivos

Para identificar quais são as melhores opções de investimento, é preciso avaliar qual é o tempo disponível até que o dinheiro renda, ou seja, por quanto tempo você pode esperar até obter lucros com a sua aplicação.

Normalmente, os investimentos financeiros são divididos em 3 categorias de prazo: curto, médio, e longo. Cada um deles terá uma estratégia de investimentos própria.

Investimentos de curto prazo

Aplicações de curto prazo podem variar desde 2 semanas a 6 meses. Elas são mais comuns para pessoas de perfil agressivo, que tenham tempo disponível e acesso fácil a informações de mercado. Porém, pelo alto de nível de complexidade e risco dessas operações, é comum que ocorram perdas.

Investimentos de médio prazo

Os investimentos de médio prazo variam em média entre 7 meses até 5 anos. Normalmente são feitos por pessoas que possuem capital disponível para investir, mas sem necessidade urgente de usá-lo. São investidores que buscam uma rentabilidade maior do que poupança sem perder a segurança que ela traz.

Investimentos de longo prazo

No mercado de aplicações financeiras, longo prazo é qualquer período maior que 5 anos. Nessa situação, os investidores procuram opções estáveis e que se valorizem no futuro, muitas vezes para servir de renda para a aposentadoria, por exemplo. O capital investido normalmente é aplicado por meio de pequenos aportes ao longo tempo, e predominantemente são alocados em ativos com prazo de vencimento longo.

Conhecendo as melhores opções para investir seu dinheiro

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um programa do governo federal que permite o investimento em títulos públicos. Seus pontos positivos são a segurança e a liquidez do papel, aliadas a boas rentabilidades e facilidade de aplicação, já que o Tesouro Direto não exige um investimento inicial alto. É possível encontrar títulos pré e pós-fixados, atrelados à taxa básica de juros (Selic) ou à inflação, com vencimentos e tipos de pagamentos diferentes.

CDB

O Certificado de Depósito Bancário também é uma boa alternativa para quem não tem muito para investir. Ele é um papel emitido por bancos e costuma ter sua rentabilidade atrelada ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário). Com os juros altos, investir no CDB pode ser bem rentável. Além disso, já que o investimento tem proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) para valores de até R$ 250 mil, o risco da aplicação é praticamente zero.

LCI e LCA

As Letras de Crédito Imobiliária (LCI) e as Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) são títulos emitidos por instituições financeiras que também contam com proteção pelo FGC em valores de até R$ 250 mil e têm sua rentabilidade atrelada ao CDI. A grande vantagem dessas duas para o CDB é a ausência da cobrança do imposto de renda, o que as torna mais rentáveis e atrativas, apensar de sua liquidez reduzida e da exigência de valores maiores para a aplicação.

Ações

Ao comprar uma ação na bolsa, a pessoa se torna dona de uma pequena parte da empresa. Existem 2 maneiras de lucrar com ações: vendendo os títulos quando elas valorizarem ou tendo direito a uma pequena parte dos lucros da empresa, chamados dividendos. Esse valor será proporcional à quantidade de ações em posse do investidor. São um investimento de alto risco, pois podem se desvalorizar rapidamente, mas também oferecem possibilidades de excelentes ganhos na mesma proporção.

Fundos de investimento

Os fundos de investimento são uma boa escolha para quem quer diversificar. É possível aplicar em fundos que ofereçam um mix de ativos abrangente, e que seria praticamente inacessível para um investidor individual, por valores relativamente baixos.

Existem fundos de vários tipos, contemplando os mais diversos perfis de investidores. Podemos destacar:

  • os Fundos de Renda Fixa, focados em papéis conservadores;
  • os Fundos de Ações, que reúnem um determinado conjunto de ações na bolsa;
  • os Fundos Multimercado, que mesclam renda fixa com aplicações variáveis;
  • os Fundos Imobiliários, que investem em ativos ligados a imóveis;
  • entre outros.

No momento da escolha de um fundo, é necessário tomar cuidado com as taxas de performance e tarifas cobradas (que podem vir a prejudicar a rentabilidade), e pesquisar o histórico e suas políticas de investimento.

Milhas

A acumulação de milhas pode também ser uma excelente alternativa para aumentar a rentabilidade do seu dinheiro. Ao participar de programas de fidelidade e ganhar pontos, é possível não só viajar gastando pouco, mas também conseguir diversas vantagens, como ganhar produtos, obter desconto em compras, entre outros.

Além disso, ao vender suas milhas, é possível transformar esses pontos em um investimento real, trocando-os diretamente por dinheiro.

Montando uma boa carteira de investimentos

Seguida por 9 entre 10 investidores bem-sucedidos, a melhor estratégia para qualquer tipo de investimento se chama diversificação. O famoso ditado “não coloque todos os ovos na mesma cesta” é uma clara referência a isso: é sempre mais vantajoso distribuir bem seus investimentos do que arriscar tudo em apenas uma opção.

Ao montar uma carteira diversificada, o investidor diminui o impacto de um possível resultado negativo, deixando o capital investido menos exposto aos riscos sem minimizar seus potenciais retornos. Nesse caso, um investimento que se desvalorize 30%, por exemplo, não irá afetar tanto o investidor, já que existem outros papéis em sua carteira capazes de compensar este resultado ruim.

Por isso, se sua intenção é investir bem, minimizando seu risco e maximizando seus ganhos no longo prazo, não deixe nunca de utilizar a diversificação de investimentos como sua principal estratégia.

Esperamos que você tenha aprendido como montar a carteira de investimentos certa para você, com as melhores opções para investir seu dinheiro. Gostaria de aprender mais sobre mercado financeiro e investimentos? Curta nossa página no Facebook e acompanhe nossos conteúdos!

Posts relacionados

Comentários

*