Bem vindo!

Entenda tudo sobre o mundo das milhas
E descubra como lucrar mais.

Nenhum comentário

Alta do dólar: 8 dicas para economizar no exterior

A alta do dólar e do euro em relação ao real tem sido visto como um fator impeditivo para aquela sonhada viagem ao exterior ou para refazer aquele fantástico passeio é Europa ou aos Estados Unidos de alguns anos atrA?s. No entanto, com alguns ajustes, ainda dá para arrumar as malas e curtir osA�outros continentes, mesmo com a desvalorização da nossa moeda.

Listamos aqui 8 dicas que podem ajudar a economizar na viagem ao exterior. Confira:

Planeje a viagem com antecedência, tome cuidado com a alta do dólar

Essa todo mundo já ouviu, mas não custa lembrar: fazer um bom planejamento é fundamental para quem pretende economizar!A�Antes de viajar, saiba quanto você vai gastar com passagens, hospedagem, alimentação, entradas para parques e museus, etc. Lembre-se também das despesas burocrA?ticas – como visto e passaporte, se necessários. Faça uma tabela ou uma planilha em Excel, detalhando as expectativas de gastos diários e por segmento e veja o que caberA? no seu orçamento.

Uma antecedência de cerca seis meses pode ser ideal para que você possadesenhar o roteiro, escolher entre as melhores opções de transporte e hospedagem, bem como começar a comprar a moeda do seu país de destino aos poucos – pontos que detalharemos a seguir. Com a tabela em mãos, é possível fazer ajustes na duração da viagem, reduzindo, por exemplo, a duração ou número de atrações a serem visitadas. Leve o planejamento (e a tabelinha) com você e tente não fugir do programado enquanto estiver no exterior.

Diminua o valor das compras

Para muita gente, viajar é sinônimo de compras. Diante das várias experiências possíveis nas cidades que você irá visitar (gastronA?micas, culturais, de diversão), pense que as compras podem sempre se tornar em um momento reduzido. Na hora de montar o seu roteiro, substitua aqueles dois ou três de dias de compras para uma tarde.

E reduza os presentes para amigos e familiares por um pequenos souvenirs. Uma camisa de marca e um tênis de última geração para a sua sobrinha, por exemplo,A�podem ser convertidos num creme hidratante ou num pequeno kit de maquiagens. Tudo isso ajuda a conter a os gastos.

Viaje com companhias aéreas de baixo custo

Também não custa lembrar: boa parte da Europa e dos Estados Unidos possuem companhias aéreas que operam voos regionais de baixo custo – ou seja,com passagens muito mais baratas que as companhias convencionais. Abrir mão do conforto de reclinar a cadeira da poltrona num voo de uma hora e meia entre a Itália e Alemanha, por exemplo, pode ser uma boa se você economizar 150 dólares de passagem por trecho.

Lembre-se que essas companhias, como a Ryanair, a Wizzair e a Easy Jet, costumam cobrar um valor extra por bagagem, mas é possível levar gratuitamente malas de mão de até 15 quilos ou 20 quilos (dependendo da companhia). às vezes é interessante levar malas pequenas (tenha somente o indispensável) para economizar ainda mais nesses deslocamentos regionais. Deixe para comprar presentes e lembrancinhas no último destino da viagem, pesando menos a sua mala.

Reduza os destinos do roteiro

Mesmo reduzindo os gastos com passagens aéreas, elas acabam representando um gasto razoA?vel na viagem. E o ato de se deslocar de uma cidade para outra sempre traz despesas adicionais, como tA?xis ou transfer entre o aeroporto e o hotel. Por isso, opte por reduzir o número de destinos da sua viagem, ficando mais dias em uma mesma cidade.

Busque novas opções de hospedagem

Você pode torcer o nariz num primeiro momento, mas pense na possibilidade de se hospedar em albergues. Há muito tempo eles deixaram de ser opções somente para jovens universitários e mochileiros. A grande maioria dos países europeus e das grandes cidades americanas conta com albergues com quartos individuais bastante confortáveis, serviços de café da manhã e ambiente extremamente seguros.

É muito comum encontrar família se hospedando em alguns estabelecimentos de países com a A?ustria e a Alemanha. Uma boa pesquisa na hora de planejar o destino por te trazer várias opções.

Reduza os custos com as refeiA�A�es

Boa parte da experiência de uma viagem ao exterior reside na culinária, certo? Conhecer e experimentar a comida de um país é sempre algo divertido – e saboroso! Mas para além dos restaurantes e lanchonetes, pense na possibilidade de reduzir as despesas da sua viagem fazendo compras no supermercado.

Substitua algumas das refeiA�A�es que você faria num estabelecimento pago, como o almoço ou o lanche da tarde, por piqueniques em parques e praças, por exemplo. Assim você economiza e ainda faz um programa legal. Lembre-se que, ao contrário do Brasil, esse tipo de programa é muito comum em outros países.

Compre dólar aos poucos

Com o cenário econômico instável no Brasil, nunca é possível ter certeza qual será a cotação do dólar às vàsperas de nossa viagem. Por isso o recomendável é ir comprando a moeda que será gasta na viagem sempre aos poucos, distribuindo o valor ao longo dos meses que antecedem o seu embarque.

Devido ao grande aumento do IOF no uso dos cartões pré-pagos (os VTM), a moeda em espécie tem sido a melhor opção. E pesquise bastante as várias casas de câmbio da sua cidade antes de escolher onde comprar – há grandes variações numa mesma cidade.

Não use cartão de crédito

Nos últimos anos vivemos um grande aumento da tributação sobre o uso decartões de créditode brasileiros no exterior – o valor é de 6,38% em cima de toda compra realizada. além disso, a conta do cartão sempre é contabilizada em cima da cotação da moeda no dia em que a tarifa é fechada e não no valor da moeda no dia em que a compra é feita.

Por isso, estamos sempre diante da possibilidade de receber uma surpresa indigesta no fim do mês, caso o cenário econômico oscile negativamente. A sugestão é deixar o cartão de crédito em casa ou deixA?-lo muito bem guardado durante toda viagem para ser utilizado somente em situações de emergência extrema – como um problema de saúde ou de roubo do dinheiro em espécie que você leva consigo.

Já está planejando sua próxima viagem para o exterior? Vejaquando e por que optar pela compra de milhas!

Posts relacionados

O que são milhas aéreas e como você pode se beneficiar dos programas de fidelidade

Saiba tudo sobre milhas aéreas e como elas podem ser acumuladas e utilizadas em prol do seu bolso Muitas pessoas ainda não sabem o que…

Como não ter problema com o comércio das milhas aéreas

Descubra como não ter problemas com milhas e aproveitar ao máximo essa maneira de ganhar renda extra com segurança e comodidade A venda de milhas…

Bônus na transferência de pontos para os programas de fidelidade vale a pena?

Saiba o que é bônus de milhas e aprenda a calcular se essa é uma boa opção para multiplicar seu saldo e conseguir uma renda…

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale conosco
COTAR AGORA