Bem vindo!

Entenda tudo sobre o mundo das milhas
E descubra como lucrar mais.

Nenhum comentário

Considere esses 7 pontos ao escolher um banco para abrir conta


Antes de começar a usar o cartão de crédito é fundamental ter atenção aos critérios que fazem com que escolher um banco seja mais vantajoso do que escolher qualquer outra opção. Não é somente a popularidade de uma instituição que deve ser levada em conta nessas horas, mas outros fatores como os valores das diferentes tarifas que são cobradas, o limite de crédito disponível e os benefícios oferecidos.
Uma escolha adequada evita que você gaste demais com anuidade e se comprometa no pagamento de dívidas, problemas tão comuns entre os brasileiros.
Sendo assim, saiba o que considerar na escolha do seu banco. Confira!

1. Tarifas

Os bancos cobram pelos serviços que realizam para você. Neste caso, é preciso comparar as tarifas cobradas pelas diferentes instituições bancárias, como nas operações de TED e DOC.
Existem várias opções para os clientes, como o pacote de serviços essenciais que estabelece um valor mínimo, mas uma quantidade limitada de serviços. além disso, alguns bancos são isentos de tarifas, como os bancos digitais, entretanto, estes não disponibilizam agências físicas para seus clientes.
Entre os demais, é preciso comparar os valores. Você não precisa ir de agência em agência para conferir os custos de cada transação, basta analisar os diferentes pacotes de tarifas, algo que pode ser feito no site da Febraban Star, idealizado pela Federação Brasileira de Bancos.
Não confunda taxas com tarifas. Taxas sãocobranças estabelecidas pelo Banco Central, portanto, seu valor independe da instituição bancária.

2. Atendimento

Outro elemento fundamental na escolha do melhor banco diz respeito ao atendimento. Isso pode não parecer tão importante, mas diante da necessidade de resolver algum problema com o seu cartão ou diante de uma solicitação qualquer, um banco com um atendimento ruim pode dificultar a sua vida.
Sendo assim, procure conversar com outras pessoas e pergunte a respeito do atendimento oferecido em seus bancos. Questões como a qualidade do atendimento no caixa ou a disponibilidade do gerente de uma determinada agência de receber os correntistas, além da estrutura que as agências oferecem, também são aspectos fundamentais para garantir a qualidade de atendimento de um banco.

3. Limite de crédito

Esse é outro ponto importante, mas que costuma ser ignorado pelas pessoas. O limite de crédito é a quantidade máxima de dinheiro que o banco “empresta” para você comprar parcelado, ou seja, é um valor que você pode solicitar para quitar no vencimento da fatura.
O crédito, geralmente, é compatível com a renda do correntista, sendo proporcional a ela. Sendo assim, quanto mais você recebe, maior costuma ser o seu limite. Entretanto, essa regra não é assim tão exata, podendo o limite variar de banco para banco.
Isso acontece porque, além do salário, os bancos analisam outros fatores como o Score e o seu histórico na própria instituição para definir o seu limite.
Procure se informar sobre os limites de cada instituição. Geralmente, essa informação é apresentada na oferta do cartão de crédito.

4. Vantagens

Os bancos oferecem benefícios para seus correntistas. Descontos na compra de ingressos para shows, facilidades para realizarem investimentos, entre outros. É preciso comparar as vantagens oferecidas por cada instituição porque elas costumam estar inseridas nas anuidades, ou seja, se você paga uma anuidade alta e não faz uso dos benefícios do cartão, certamente está desperdiçando dinheiro.
Um exemplo disso é quando o cartão atribui uma quantidade alta de ponto por Dólar gasto. Os pontos  são uma premiação que pode ser resgatada em programas de fidelidade, como o Multiplus e o Smiles. No caso desses programas, em especial, você pode juntar pontos, converter em milhas e vender essas milhas para gerar renda extra.
Esse detalhe é muito importante: quando você tem um cartão capaz de atribuir pontos para programas de milhagem, você pode usá-lo também como uma ferramenta para ganhar dinheiro. Por isso, procure conferir a quantidade de pontos por Dólar gasto oferecida por cada banco e seus diferentes cartões.

5. Histórico de reclamações

Um processo rápido de ser feito e que é fundamental na escolha da melhor instituição bancária é acessar o site Reclame Aqui e avaliar as reclamações e respostas dadas pelos bancos. Ter atenção especial às respostas é especialmente importante, pois dessa maneira você tem como saber se, caso acontecer alguma coisa, seu problema será resolvido da maneira adequada.
Além disso, o Banco Central disponibiliza um ranking mensal com as reclamações recebidas a respeito dos bancos. É importante que você confira os resultados e considere a recorrência das instituições nas primeiras colocações. Isso ajuda a tomar uma boa decisão.

6. Serviços eletrônicos

Em um momento em que a tecnologia já faz parte de praticamente todos os setores da sociedade, o seu banco também deve estar adaptado a ela. Isso diz respeito a oferecer serviços como o internet banking e o App para Smartphone. Mais do que disponibilizar esses recursos, é preciso que eles sejam realmente automáticos para que você não tenha que sair de casa sempre que precisar pagar uma conta ou fazer alguma transferência.
Acredite: hoje, os bancos mais modernos já permitem que você praticamente substitua a sua agência física pelo Smartphone. É nessa lógica que os bancos digitais tem ganhado espaço. Embora não possuam um espaço físico para seus clientes, eles se baseiam na tecnologia para garantir sua satisfação. Por isso, não deixe de considerar essa alternativa para abrir a sua conta.

7. Anuidade

A anuidade é um valor que os bancos cobram para que você utilize o seu cartão de crédito. É uma maneira de a instituição financeira lucrar com a administração, o gerenciamento, a manutenção e o monitoramento do cartão que fica sob a responsabilidade do cliente. Essa prática não é considerada ilegal pelo Banco Central, o que dá aos bancos o direito de cobrar é vista ou parceladamente esse valor.
Geralmente, a anuidade de cada cartão é apresentada pelo banco logo na oferta pelo documento. É preciso ficar atento para que as vantagens do cartão sejam compatíveis com os valores dessa cobrança.
Por fim, a dica é sempre conversar com pessoas que são correntistas nos bancos que mais o agradam. Avalie os aspectos aqui apresentados e comece a fazer da sua relação com o seu banco um dos diferenciais da sua vida financeira.
Aprendeu como escolher um banco? Aprenda também como transformar seu saldo de milhas em saldo bancário.

Posts relacionados

Como ganhar dinheiro com o cartão de crédito

Poucas pessoas sabem que existe a possibilidade de ganhar dinheiro com o cartão de crédito e conseguir renda extra aproveitando todos os benefícios que a…

Como ganhar milhas, 9 atividades que vão te colocar neste mundo

Saiba como ganhar milhas conferindo 9 dicas que vão te ajudar a cair de cabeça nesse universo extraordinário Entra ano e sai ano, milhões de…

Smiles muda regras de acúmulo de milhas em voos da GOL

Entenda quais serão as mudanças de regras de acúmulo de milhas que o Smiles considerará a partir do dia 29 de março de 2021 A…

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale conosco
COTAR AGORA