Blog

Cotação em 1 minutoem seu e-mail

Sua cotação em 1 minuto

Quero vender minhas milhas:

Veja nossa Política de Privacidade.

Entenda tudo sobre o mundo das milhas
e descubra como lucrar mais

Blog

22 Feb 2017

Guia do Viajante Econômico: como fazer viagens baratas pelo Brasil


Falar em crise deixa qualquer um preocupado, mas isso pode significar também o surgimento de oportunidades. Afinal, como os gastos com viagens diminuem nessas circunstA?ncias, as companhias aéreas e setor hoteleiro se veem obrigados a apresentar alternativas para não perder as vendas. Com isso, não é preciso deixar de viajar, mas sim se adaptar.

As provas de que as viagens não param estão no grande número de promoções, condições facilitadas de parcelamentos e alternativas diferentes nas formas de hospedagem e nos destinos escolhidos.

E os números também confirmam: em 2015, a AgA?ncia Nacional de Aviação Civil (Anac) registrou alta no número de passageiros no primeiro semestre. Foram 127,4 milhões de viajantes nos aeroportos brasileiros só na primeira metade daquele ano. Já em 2014, foram registrados 123,2 milhões de pessoas viajando no mesmo período. além disso, a maior agência de viagens do país, a CVC, teve aumento de 10% nas vendas dos seus pacotes no primeiro semestre de 2015, e um aumento de 20% na procura de destinos no Brasil, no início desse ano.

Mas, uma viagem econômica começa antes mesmo do embarque: é preciso um planejamento cuidadoso, pesquisar as possibilidades que oferecem melhor custo-benefício e escolher destinos com bons preços. Se você quer aproveitar o momento favorável para cair na estrada, confira no nosso guia dicas imperdíveis de como planejar e fazerviagens baratas pelo Brasil:

Planejando viagens baratas: como economizar na viagem?

Na maior parte das vezes, transformar uma ideia de viagem bacana em realidade começa por colocA?-la como prioridade. é preciso deixar para outra ocasiA?o gastos ou compras que podem esperar um pouco mais e direcionar esse valor para os fundos da sua viagem. Outra opção é encontrar maneiras de conseguir algumdinheiro extra.

Também dá para economizar muito durante o passeio, e a melhor forma de fazer isso é planejando. Assim você vai poder garantir seu sossego, manter o orçamento e ainda guardar um extra para emergências ou, se tudo correr bem, até um mimo de viagem.

Pesquisar preços para encontrarpromoçõesoupassagens baratase saber valores locais de transporte, alimentação e ingressos te permitirá elaborar um planejamento certeiro.

Nesse sentido, listamos aqui 10 dicas preciosas para conseguir economizar para suas férias e fazer uma viagem econômica, sem precisar abrir mão da diversão e nem do conforto:

Antes da viagem

Pesquise bastante

Essa etapa é importante para você ter noção de 2 coisas básicas, sem as quais não dá nem para começar seu projeto: quanto custa sua viagem e como você vai levantar recursos para isso. Tendo esses valores em mente, será possível começar a traçar suas metas, avaliarcomo você vem gastando seu dinheiroe reorganizar suas prioridades.

além disso, a pesquisa também vai ajudar a gastar de uma forma mais inteligente e segura. Converse com pessoas que já estiveram no destino que você planeja visitar; se não conhecer ninguém pessoalmente, procure em fóruns e comunidades online. Assim, é possível saber o que evitar, o que é imperdível, não cair em armadilhas e não perder seu tempo precioso.

Anote e controle seus gastos diários

Não há como falar em economizar e não mencionar controle de gastos. Mas como a causa é nobre, vai valer a pena o esforço de tomar nota dos gastos diários, principalmente os pequenos, que parecem inofensivos. Há ótimos aplicativos disponíveis para celular que registram e organizam esses gastos. Conhecer sua forma de consumir vai permitir que você identifique os gastos desnecessários e aqueles que podem ser repensados.

Estabeleça metas e crie uma planilha

Depois de levantar pra onde vai o seu dinheiro, hora de estabelecer metas e registrar tudo numa planilha. Mas cuidado: nada de se colocar objetivos muito difíceis. Isso pode ser frustrante e dificultar as coisas! Seja realista ao defini-los. VA? registrando suas economias numa planilha e observe se suas metas estão sendo cumpridas. Se não, recalcule! O importante é fazer disso um hábito.

Vire adepto do DIY ou procure alternativas mais baratas

Depois de verificar seus gastos, identificar onde é possível cortar, diminuir ou mesmo o que é possível redirecionar, o passo seguinte é economizar no dia-a-dia.

O DIY (Do It Yourself, ou faça você mesmo, em português) é um ótimo aliado na hora de economizar. Pode ser, por exemplo, deixar de lado por um tempo as idas ao restaurante e se arriscar mais na cozinha, ou convidar os amigos para um happy hour em casa em vez de sair para bares – cada um leva uma coisa ou todos dividem o que for comprado.

Também fique de olho na programação cultural gratuita da sua cidade. Sempre há mostras interessantes de cinema e música, concertos e peças em praças e parques e museus que funcionam de graça em determinados dias da semana.

Troque a academia por exercícios ao ar livre, como corrida e bicicleta. Cuide você mesmo da faxina da sua casa e aproveite para fazer uma sessão desapego: venda aquilo que você não está mais usando e pode valer algum dinheiro. Se ainda sobrar um tempinho, hora de procurar alguns trabalhos extra ou freelancers!

Negocie

Esse é o trunfo de quem conseguiu uma reserva e vai poder arcar com os pagamentos é vista: a possibilidade de conseguir bons descontos. Procure pelos pacotes de agências, pois elas tem condições de oferecer bons preços por causa do volume de vendas.

além disso, se for possível juntar um grupo para negociar vários pacotes, as chances de reduzir os valores serão maiores. Caso não seja possível pagar é vista, tenha muito cuidado com os parcelamentos. Avalie se os juros valem a pena ou tente livrar-se deles.

Viaje na baixa temporada

Os preços caem consideravelmente fora das altas temporadas. Sem dA?vida dá pra economizar muito se for possível tirar férias nesses períodos, então tire proveito disso! além de os preços caírem, tudo fica mais vazio e certamente a qualidade do atendimento vai ser muito superior em relação aos períodos mais cheios.

Durante a viagem

Aja como um nativo

Em vez de passeios fechados, escolha visitar as atrações da cidade como se fosse um morador. Sai bem mais barato usar transporte público, ainda mais se você escolher um dia em que os preços sejam reduzidos nos lugares que você pretende visitar.

Para comer, fuja dos restaurantes turísticos e procure saber onde os locais comem. Outra dica é comprar comida no supermercado ou em feiras abertas e programar piqueniques em parques e praças. é econômico e divertido!

Estabeleça um limite de gastos diários

As pesquisas que você fez antes da viagem já deram as informações necessárias sobre o quanto você vai gastar, e é a partir disso que você vai saber sua cota diária. Coloque nela o valor necessário para alimentação, transporte e entradas. Passou do limite em um dia? Não tem problema, é só segurar um pouquinho mais nos seguintes e manter o orçamento com tranquilidade.

Opte por programas gratuitos

A maior parte das atrações que cobram entrada tem algum dia promocional ou gratuito. Pesquise quais são eles e monte o seu roteiro de forma a visitA?-las nesses dias. Se for estudante ou fizer parte de alguma categoria que garanta meia entrada, não se esqueça de providenciar a comprovação necessária.

Procure por hospedagem alternativa

Já é bem comum que os turistas busquem alternativas de acomodação paraeconomizar na hospedagem.

Com a ascensão do turismo colaborativo, novas possibilidades estão surgindo. Uma delas é a iniciativa de pessoas que oferecem lugar para os viajantes em suas próprias casas. Pode ser alugando um cômodo, a casa inteira ou mesmo se dispor a aceitar hóspedes sem cobrar nada.

Uma grande vantagem de se hospedar assim é o fato de se ter a cozinha disponível, o que é ótimo para economizar na alimentação. No tA?pico a seguir, vamos apresentar os mais famosos sites de hospedagem alternativa, serviços colaborativos e como é que eles funcionam.

Turismo colaborativo: como a internet pode ajudar a economizar durante a viagem?

O turismo colaborativo é uma forte tendA?ncia e vem se popularizando no Brasil. Trata-se de uma forma de viajar sem necessariamente pagar pela sua hospedagem ou outros serviços. Com a ajuda da internet e a facilidade na troca de informações, o número de adeptos vem crescendo e, com isso, aumentam as facilidades e meios de economizar.

Há diversas maneiras de ter hospedagem barata ou até mesmo gratuita. Uma das mais conhecidas é oCouchsurfing, site no qual os anfitriões oferecem acomodação gratuita. Os albergues também podem ser boas alternativas por oferecerem preços bem econômicos em quartos compartilhados.

Outra opção é ohouse sitting, uma espécie de troca de hospedagem. Alguém que também está viajando hospeda outro viajante, que se compromete a cuidar de suas plantas, animais e garantir a ordem das coisas.

Vem se tornando comum o sistema de trocar hospedagem por algum tipo de serviço, permutando horas trabalhadas por acomodação. Há casos interessantes, como o do chef que passou 3 meses comandando a cozinha de um hostel de Florianópolis em troca da sua hospedagem. Também há histórias de anfitriões procurando por hóspedes artistas, dizendo que tinham paredes brancas, um piano, sistema de som e esperavam por alguém com criatividade!

OAirBnB, um dos sites mais famosos, tornou-se uma das opções preferidas dos viajantes. além de tratar diretamente com o dono da casa, o site permite hospedar de uma forma próxima e aconchegante. Ainda há opções bem diferentes, como exóticas acomodações em casas-barco, casas na A?rvore e até castelos!

Para quem gosta de personalização e quer uma experiência sob a perspectiva de um morador, há várias iniciativas oferecidas pelos locais. Sites especializados oferecem passeios de bicicleta com moradores dispostos a levar os viajantes para conhecer atrações, restaurantes e lugares que guias convencionais não incluem. Para quem gosta de gastronomia, há chefs que recebem visitantes em casa, a exemplo de sites comoEatwithouVoulez vous diner.

O turismo colaborativo, além de trazer alternativas mais econômicas, também incentiva o compartilhamento e as possibilidades de conhecer pessoas interessantes, o que talvez fique mais restrito em experiências tradicionais. Ter uma nova perspectiva na forma de viajar pode ser sua escolha em qualquer destino!

8 roteiros de viagens baratas pelo Brasil!

Agora que você já viu todas essas dicas e possibilidades de fazer uma viagem gastando pouco, separamos 8 roteiros, alguns bem badalados e outros que talvez você nem daria tanta importância, com ótimo custo-benefício e atrações imperdíveis. Acompanhe:

Garibaldi

A primeira cidade a produzir espumantes no Brasil, em 1913, foi também a primeira colánia italiana no nosso país. Hoje,Garibaldiconta com 21 vinícolas que produzem 4 milhões de litros por ano e recebem cerca de 320 mil turistas.

A cidade conta com 7 roteiros, como a Rota dos Espumantes, a Estrada dos Sabores, focada na gastronomia regional em propriedades antigas locais, e o Roteiro das Passadas, feito por um caminhão usado na 2a Guerra – Tintim – que percorre o caminho dos imigrantes até suas casas. além da riqueza cultural e gastronA?mica, a região ainda é de uma beleza natural que explica o fato de ter sido cenário de várias novelas e filmes.

Dentre as apostas atuais, o cicloturismo vem ganhando cada vez mais adeptos, principalmente nas estradas venais da vizinha Bento Gonçalves.

Foz do Iguaçu

Temos o privilégio de ter no nosso país uma das 7 maravilhas do mundo; isso por si só já é um motivo para se orgulhar e conhecer as belíssimas cataratas deFoz do Iguaçu. Na fronteira do Brasil com a Argentina, Foz do Iguaçu fica no Paraná e faz parte da lista dos1.000 lugares para conhecer antes de morrer, de acordo com a autora Patricia Schultz.

As cataratas ficam no Parque Nacional do Iguaçu. As quedas d-água podem ter até 80 metros de altura e uma largura de 2.780 metros e foram declaradas Patrimônio Mundial Natural pela Unesco. Uma das experiências mais incríveis é o Macuco Safari, um passeio em barcos infláveis que chegam bem perto das quedas d-água, atravessando o cA?nion.

além do famoso parque, a cidade conta com mais atrações impressionantes, como o Parque das Aves, um dos maiores do gênero na América Latina, com mais de 150 espécies e 900 aves. Também pode-se conhecer a Usina Itaipu, com roteiros turísticos de 2 horas e meia de duração. A proximidade com a fronteira da Argentina possibilita compras baratas no freeshop: pode-se pagar com pesos argentinos, desvalorizados em relação ao real.

Curitiba

CuritibaÉ conhecida como capital ecológica e esse título é fácil de ser entendido: a cidade conta com mais de 30 praças e parques. O Tanguá, construído em uma pedreira desativada, figura como uma das atrações imperdíveis.

É uma cidade que merece ser apreciada a pé, mas também tem um excelente e eficaz sistema de transporte público. A capital conta com diversas atrações gratuitas.

Alguns exemplos que não podem faltar no seu roteiro curitibano: o famoso Jardim Botânico, a belíssima Ópera de Arame, feita em estruturas metálicas, placas transparentes de policarbonato e cercada de Águas; e o Museu Niemeyer ou “Museu do Olho”, com entrada gratuita no primeiro domingo do mês. Todos eles contam com jardins amplos e espaço de sobra para a livre diversão de quem for com crianças.

Para os amantes da boa gastronomia, que se dispõem a economizar em tudo, mas não abrem mão de uma boa mesa de vez em quando, a cidade tem vários e excelentes restaurantes. Para arrematar, Curitiba ainda tem destaque na produção de premiadas cervejas artesanais.

Salvador

A cidade deSalvadoràseduz por uma beleza e riqueza sem igual. A capital baiana ferve no verão. As festas populares começam em dezembro e só terminam no carnaval, trazendo toda a exuberA?ncia da cultura e sincretismo da Bahia. Também há diversas atrações para serem apreciadas em qualquer época do ano, por vários perfis de viajantes: sozinho, em casal ou com família.

A Igreja Senhor do Bonfim é um grande marco na cultura baiana e reúne vários símbolos do seu sincretismo. Foi por causa dela que nasceram 2 tradições famosas: a da fitinha, que, quando amarrada no braço, concede 3 pedidos; e a de lavar a escadaria da igreja, surgida na época dos escravos e mantida pelas baianas do candomblé.

além dela, várias igrejas de Salvador compõem um roteiro recheado de arte barroca e rococó. Um exemplo é o teto da Igreja e Convento de São Francisco, no Pelourinho: um espetáculo é parte.

além das igrejas, vale um passeio por todo o Pelourinho, que tem uma vida cultural intensa e sempre conta com shows gratuitos. Dentre outros museus, a Casa do Rio Vermelho abriga a história de vida de Jorge Amado e o Museu de Arte Moderna da Bahia, criado pela artista Lina Bo Bardi, tem um dos mais belas vistas do pA?r-do-sol da cidade. Para curtir o mar, confira a ponta do HumaitA? ou a Praia do Forte.

Porto Seguro

Porto SeguroÉ uma das atrações mais conhecidas da chamada Costa do Descobrimento. Foi por lá que os portugueses desembarcaram quando chegaram ao Brasil e certamente ficaram impactados pelas lindas falàsias coloridas, pela exuberante vegetação da Mata Atlántica, pelos recifes de corais e pelo mar azul esverdeado ladeado por fileiras de coqueiros.

além das suas belezas naturais, a cidade é bastante famosa pela animação. Quem procura por agito vai encontrar 24 horas de movimento pela cidade. O principalpointÉ a Passarela do Álcool, mas também há muito axÉ nas megabarracas de praias como a de Taperapuã.

E para quem procura sossego e contemplação da natureza, opções também não faltam. Passeios pelo Centro HistA?rico, pelo Memorial da Epopeia do Descobrimento ou pela Reserva Pataxó da Jaqueira são uma verdadeira aula de história do Brasil.

Se preferir curtir o mar de forma mais tranquila e sem tanta agitação, procure pela praia de Curuípe. Esticando mais um pouco, as vizinhas Arraial d-Ajuda e Trancoso esbanjam charme e beleza. Se estiver por lá entre julho e outubro, aproveite para fazer passeios de barco e observar as baleias jubartes.

Cabo Frio

A maior cidade da Região dos Lagos, com 200 mil habitantes,Cabo Friofica a 155 km do Rio de Janeiro e é um destino muito procurado por famílias, com opções para todos os gostos.

A Praia do Farol (reserva da Marinha brasileira) é umas das estrelas de Cabo Frio e tem acesso somente por barco. A belíssima praia de areias fofas e Água cristalina lembra o Caribe. Outra atração é a Praia do Forte, a principal da cidade. No Forte de São Mateus assiste-se ao mais belo pôr do sol da região, de onde tem-se ainda a melhor vista da Praia do Forte.

Em se tratando depoints, vá sem erro ao Boulevard Canal. Durante o dia, o lugar fica repleto de turistas em busca de passeios de barco. Já é noite, a procura é pelos bares e boates.

Dentre as atrações culturais, confira a Casa de Carlos Scliar, onde o pintor gaA?cho viveu por 40 anos e cujo acervo inclui seus quadros e cartas trocadas com Oscar Niemeyer, Clarice Lispector, Jorge Amado e Vinicius de Moraes. O Convento Nossa Senhora dos Anjos abriga o Museu de Arte Religiosa e Tradicional, com imagens dos séculos XVII e XVIII, e ainda tem um belo mirante.

Mariana e Ouro Preto

Se a procura é por um destino repleto de história, cultura, excelente gastronomia e paisagens montanhosas, você não pode deixar de passar por essas cidades. A distância entreOuro PretoeMarianaÉ de pouco mais de 15 km e dá pra elaborar um roteiro envolvendo as atrações das duas. Atrações, diga-se de passagem, que renderam o primeiro título brasileiro de Patrimônio da Humanidade, em 1980.

Em Ouro Preto

A Igreja de São Francisco de Assis, com obras de Aleijadinho e forro de Mestre Ataíde, é uma atração indispensável. Do lado de fora, sempre há uma feirinha de artesanato em pedra sabão no Largo da Coimbra.

Mais acima, na Praça Tiradentes, há o Museu da Inconfidência, antiga cadeia que hoje abriga restos mortais de alguns inconfidentes. O Museu do OratA?rio conta um pouco sobre a religiosidade dentro das casas e tem mais de 160 obras. O Teatro Municipal carrega o título de mais antigo do Brasil ainda em funcionamento. Pérolas das relíquias barrocas sãoencontradas na Igreja de Nossa Senhora do Pilar.

Em Mariana

Para chegar lá, há um charmoso passeio de Maria Fumaça, no qual você pode apreciar a bela vista das montanhas. Para conhecer a história da cidade, visite as atrações em torno da Praça Minas Gerais: a Igreja de São Francisco de Assis, a de Nossa Senhora do Carmo e a Casa de CA?mara e Cadeia.

Mesmo após o desastre do rompimento da barragem da mineradora Samarco, a cidade permanece intacta e apostando no turismo para se reerguer.

A famosa e deliciosa culinária mineira pode ser aproveitada tanto em Ouro Preto quanto em Mariana. As 2 cidades tem minas abertas é visitação pública e sãorecheadas de histórias. Em Ouro Preto, a Mina de Chico Rei mostra um pouco de como eram as condições de extração de ouro no século XVII. A mina ganhou esse nome para homenagear um dos reis africanos que foram escravizados em Ouro Preto.

Viajar pelo Brasil, sem dA?vidas, significa ter uma gama extremamente diversificada de alternativas. Nosso país tem dimensões continentais e por isso mesmo podemos encontrar todo o tipo de turismo por aqui. Assim, é fácil agradar a quem gosta de natureza, aventura, praia, montanha sem deixar de atender aos que preferem atrações de arte, cultura e meio urbano – ou ambos!

Mesmo em tempos de crise, há maneiras de fazerviagens baratas no Brasil. Seja viabilizando uma reserva para isso, usando meios de economizar durante a viagem ou escolhendo destinos com opções excelentes e econômicas, ninguém precisa ficar em casa nas férias, desde que se planeje para isso! Viajar sempre é preciso; é só buscar as alternativas certas e cair na estrada.

Gostou das nossas dicas? Tem mais alguma sugestão de destino ou de como economizar para viajar? Deixe seu comentário!

Posts relacionados

Comentários