Entenda tudo sobre o mundo das Milhas e Viagens.

Na Hot Milhas a segurança está em primeiro lugar, mais de 1.000.000 pessoas aprovam no Facebook.

Blog

16 mai 2017

Seguro de viagem internacional: solucione as suas 7 maiores dúvidas

Viajar é uma das melhores coisas da vida, mas também requer atenção e preparação, especialmente quando você tem como destino um outro país e precisa contratar um seguro de viagem internacional. Há quem não entenda como ele funciona, qual é a sua real funcionalidade ou mesmo se é ou não obrigatório ter um seguro.

Por isso, reunimos 7 das maiores dúvidas e solucionamos cada uma delas para que sua próxima viagem seja a mais tranquila possível e você só tenha boas recordações. Confira!

1. Sou obrigado a fazer um seguro?

A resposta é sim e não. Pode parecer confuso a princípio, mas nós explicamos. Se você estiver planejando ir para a Europa, seja para uma viagem de trabalho ou a passeio, será obrigatório contratar um seguro viagem no valor mínimo de 30 mil euros.

Isso porque países como Grécia, Alemanha, Itália, Portugal, França, Holanda, entre outros, fazem parte do Tratado de Shegen, um acordo assinado por alguns países da União Europeia que estabelece a obrigatoriedade do seguro viagem para turistas. Muitas seguradoras, inclusive, já oferecem seguros específicos para os países que fazem parte do tratado.

Para outros destinos, como os Estados Unidos, essa exigência não existe. Mas aconselhamos que, mesmo que o seu destino não exija um seguro de viagem, você faça um. Afinal, por mais que a gente sempre torça para que nada aconteça, na hora em que precisar de auxílio você pode se arrepender por não ter se precavido antes.

2. Qual é a diferença entre seguro saúde e seguro viagem?

Essa é uma das dúvidas mais frequentes, e por isso vale a pena esclarecer qual é a finalidade de cada um. O seguro saúde lhe dá cobertura em gastos com médicos, hospitais, remédios, internações, ou seja, cobertura médica em geral. Já o seguro viagem se estende a outras situações, cobrindo não apenas eventuais necessidades referentes à sua saúde, mas também oferecendo outras assistências, como auxílio no caso de extravio de bagagem.

3. Qual tipo de cobertura é ofertada?

A cobertura varia de acordo com o seguro contratado e pode incluir as mais variadas situações, ajudando você a viajar tranquilamente. As principais estão listadas abaixo:

  • Assistência médica e odontológica: se você se acidentar ou adoecer, poderá ir ao médico para uma consulta ou orientação profissional;
  • Seguro bagagem: caso você tenha a infelicidade de ter suas malas e pertences pessoais extraviados, não se preocupe, pois o seguro vai te ressarcir;
  • Assistência farmacêutica: se você precisar realizar um tratamento imprescindível com remédios, eles entrarão na cobertura do plano. Mas fique atento, pois a regra não vale para medicações de uso contínuo;
  • Extensão, cancelamento ou interrupção da viagem: quaisquer que sejam os prejuízos e alterações, eles serão cobertos pelo seguro;
  • Morte acidental: sua família receberá o valor estipulado caso ocorra o seu falecimento durante a viagem;
  • Visita ao cliente hospitalizado: se você viajar sozinho e for internado em um hospital, a seguradora cobrirá as despesas para que um acompanhante se desloque até você;
  • Invalidez permanente por acidente: o seguro indenizará a perda, redução ou incapacidade total de um membro ou órgão do contratante. O valor será proporcional à lesão;
  • Repatriação médica e funerária: a seguradora garantirá o retorno seguro do cliente ao país onde reside em caso de doença ou falecimento.

4. Meu cartão de crédito oferece seguro grátis?

Dependendo da bandeira do seu cartão de crédito, sim. Porém, é preciso que você compre as passagens aéreas utilizando o seu cartão para ter acesso a ele. Outra opção bastante comum é um seguro para carro alugado, caso você também pague tudo no cartão.

Portanto, vale a pena checar com o seu gerente ou mesmo no site do seu banco se o seu cartão de crédito realmente conta com esse benefício e quais são as coberturas e complementos disponíveis, se a assistência for muito básica. Não se esqueça de que, se você estiver indo para a Europa, é necessário levar em mãos o certificado do seguro que eles devem emitir.

5. O seguro de viagem internacional cobre doenças preexistentes?

Na grande maioria dos casos, não. A cobertura da seguradora só se aplica a situações em que, estando em outro país, você tenha alguma crise relacionada a uma doença crônica e precise de atendimento de emergência ou urgência. São classificados como urgências quadros clínicos que exijam assistência imediata ou situações em que a vida do indivíduo esteja em risco.

Por outro lado, em casos como indisposição ou consultas rotineiras, o custo recai exclusivamente sobre você.

Por isso, é importante que, ao contratar um seguro de viagem, você informe toda e qualquer doença preexistente. Dessa maneira, você tem a certeza de estar optando por um modelo de seguro que garanta total atendimento para o que você precisar, deixando sua viagem muito mais tranquila e segura.

6. Estou no exterior, como faço para acionar o seguro?

No caso de imprevistos em sua viagem, você poderá acioná-lo ligando para um dos telefones de emergência disponibilizados no seu certificado ou guia de seguro viagem. A  principal vantagem do certificado em relação à carteirinha é que ele permite o acesso quantas vezes forem necessárias e de qualquer lugar, via e-mail. Todas as seguradoras oferecem atendimento em português, para qualquer lugar do mundo, disponível 24 horas por dia e 7 dias na semana.

7. O que são e por que devo ler as condições gerais?

Independentemente de você estar viajando pelo Brasil ou para o exterior, é de suma importância que você leia as condições gerais do seguro de viagem que vai contratar. Elas são equivalentes a um contrato, no qual são descritas todas as informações essenciais acerca da assistência e da cobertura que você selecionou. Esse documento também estabelece suas obrigações e direitos como segurado.

O seguro de viagem internacional tem um papel importantíssimo na manutenção do seu bem-estar físico e psicológico durante todo seu passeio. Por isso, avalie, pesquise e contrate uma seguradora que ofereça o melhor serviço para as suas necessidades. E se você ainda tem dúvidas sobre o assunto, deixe seu comentário!

Posts relacionados

Comentários

*