Bem vindo!

Entenda tudo sobre o mundo das milhas
E descubra como lucrar mais.

Nenhum comentário

Viajar sozinha: 8 dicas para você ter mais segurança e conhecer o mundo!

Mesmo com o empoderamento feminino ganhando forA�a nos últimos anos e as grandes conquistas do movimento feminista, viajar sozinha ainda é um dos grandes tabus para as mulheres, tanto no Brasil quanto no exterior. Elas se sentem vulnerA?veis aos mais diversos crimes, simplesmente por serem mulheres.

Um caso recente que mostrou bem isso foi o das turistas argentinasMarina Menegazzo e MarA�a JosÉ Coni, assassinadas no Equador durante uma viagem pela América do Sul. Mesmo estando em dupla, as jovens foram criticadas por estarem viajando “sozinhas” e se expondo a riscos, o que levou a uma movimentação de internautas por meio da hashtag#ViajoSola(do espanhol, #ViajoSozinha), defendendo o direito das mulheres de viajarem sem homens.

Apesar da insegurança, é importante que as mulheres continuem em busca do sonho de conhecer o mundo mesmo se estiverem sozinhas. Só assim a intimidação machista terá fim e as mulheres garantirA?o seu direito de liberdade de ir onde bem entenderem, sozinhas ou não.

Para te ajudar a encarar esse desafio, separamos algumas dicas práticas pra quem quer viajar sozinha com segurança.

1. Escolha bem seu destino para viajar sozinha

Por mais que a gente queira impor nossos direitos, existem sim lugares que sãoperigosos para mulheres. Em países de cultura muA�ulmana, principalmente, a população é extremamente machista. Então ir sozinha ao AfeganistA?o é obviamente um risco maior do que ir é Disney, certo?

Então quando decidir viajar sozinha, avalie bem o destino que pretende ir. Cada viagem tem um objetivo diferente, seja estudar um novo idioma, fazer um intercâmbio de trabalho ou apenas adquirir cultura e novas experiências de vida. Independente do seu objetivo, avalie se o local para onde você quer ir atenderA? essas necessidades, oferecendo uma segurança mínima.

2. Pesquise tudo sobre o local

Decidido(s) o(s) país(es) ou a(s) cidade(s) que pretende visitar, é hora de embarcar em uma viagem é distância. Ou seja, de pesquisar a fundo tudo sobre seu destino. Analise os bairros mais interessantes para visitar e ficar hospedada, como funciona o transporte público local e que tipo de locais você deve evitar. Pela internet é fácil encontrar essas informações e você já vai se preparando para o que vai encontrar ao embarcar na viagem.

3. Planeje o básico

além de escolher o destino, antes da viagem é essencial que você faça um planejamento. Trace um roteiro das cidades pelas quais pretende percorrer e, se possível, já compre com antecedência passagens e hospedagens. Assim, você garante que não vai passar aperto e ainda economiza dinheiro.

Vistos e passaporte em dia também sãoessenciais caso a viagem seja para fora do país. Veja isso com antecedência e leve com você pelo menos uma cA?pia autenticada de seus documentos em caso de perda ou furto. Levar impresso e salvar na nuvem essas cA?pias, seus roteiros, comprovantes e telefones importantes (como o do Consulado Brasileiro no país) também sãoboas formas de estar prevenida.

4. Tome cuidado com a hospedagem

Quem nunca viu fotos de um hotel ou albergue na internet achando que o lugar era maravilhoso e decepcionou-se ao chegar no local? Quando você viaja sozinha, a hospedagem é um dos pontos principais da experiência. Escolher um lugar confortável, de fácil acesso e, principalmente, seguro. Para isso, procure ler depoimentos reais de hóspedes, disponíveis em sites comoTrip AdvisoreHostel World.

Como você estará viajando sozinha, preste atenção principalmente nos relatos de outras mulheres. Se você estiver com vontade de conhecer pessoas, prefira um albergue a um hotel. Neles é mais comum encontrar pessoas viajando sozinhas, além de opções fáceis de diversão, como walking tours e pub crawls. Um cuidado que você pode tomar nos albergues é optar por quartos apenas para mulheres ou individuais, em que você socializa apenas quando desejar.

5. Esteja sempre preparada

Outra forma de se antecipar para a viagem, caso ela seja para o exterior, é aprender pelo menos palavras e expressA�es básicas da língua local. Se não tiver tempo de aprender, leve anotações ou um dicionA?rio para os momentos de emergência.

Da mesma forma, já chegar no país com moeda local é importantàssimo. Afinal, nem sempre o cartão de crédito vai funcionar. Por motivos de segurança, no entanto, evite andar com muitas quantias em dinheiro.

6. Seja sociA?vel

Mesmo se você não optar por se hospedar em um albergue, procure fazer amizades locais. Quem mora na cidade sempre sabe as melhores dicas, desde a festa mais animada até os bairros mais perigosos que você deve evitar.

Hoje em dia é possível conectar-se com moradores locais atravàs de sites comoCouchsurfingeRent A Local Friend. Neles, você pode marcar um passeio em grupo ou com um guia informal e gratuito, além de opções de hospedagens na casa da pessoa. Para certificar-se da segurança, vale sempre ler os relatos de quem já usou esses serviços, principalmente outras mulheres.

7. Não leve coisas demais

Viajar sozinha é também uma tarefa de desapego. Principalmente para quem vai de mochiláo, é essencial ser objetiva na escolha do que levar. Afinal, você vai ter que carregar a bagagem sozinha do início ao fim da viagem. Portanto, evite supérfluos.

Quanto menor e mais leve a mala ou o mochiláo, mais prático será sua locomoA�A?o de um lugar a outro e também o armazenamento (desde o avião até o hotel ou albergue).

8. Sempre que precisar, pergunte

Outra dica para quem quer se virar sozinha é não ter vergonha de perguntar. Mesmo em locais em que a população é tida como antipA?tica, você sempre vai encontrar alguém disposto a te ajudar com umainformação, dica ou caminho. Escolha bem para quem for perguntar e confie um pouco nas pessoas também. Na maioria das vezes, elas estão dispostas a ajudar, basta pedir.

Por fim, por mais que a gente queira um mundo em que não haja preocupação com perigos, as mulheres ainda estão mais vulnerA?veis é violáncia, então é sempre bom tomar precauA�A�es como não beber de copos estranhos em festas, evitar expor seus pertences a desconhecidos, não andar sozinha em ruas desertas de madrugada e nunca reagir a um assalto. Essas precauA�A�es, inclusive, sãoimportantes não apenas quando for viajar sozinha, mas onde estiver, inclusive quando acompanhada. Cuidado nunca é demais, não é?

E você? Já viajou sozinha ou gostaria de ter essa experiência? Se você gostou das nossas dicas, compartilhe em suas redes sociais e mostre para seus amigos que viajar sozinha é tudo bem sim!

Posts relacionados

Validade das milhas: cuidado para não expirar as suas

Quem não se atenta para a validade das milhas está perdendo a chance de ganhar aquela renda extra tão esperada no mês As milhas são…

Qual o melhor cartão de crédito para 2021: veja agora e peça o seu

Para ter o melhor cartão de crédito, você deve se atentar às suas necessidades e objetivos, assim a sua decisão será mais certeira, benéfica e…

Junte milhas alugando carros: tudo o que você precisa saber

Entenda tudo sobre como juntar milhas alugando carros, por que isso beneficia, principalmente, motoristas de aplicativo e qual é o melhor programa de fidelidade para…

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COTAR AGORA