Bem vindo!

Entenda tudo sobre o mundo das milhas
E descubra como lucrar mais.

Nenhum comentário

10 dicas para viajar com os animais de estimação

Os donos deanimais de estimaçãoàsabem como é difícil viajar e deixA?-los para trA?s, ainda que por alguns dias. Como muitos donos não conseguem deixar os animais enquanto viajam, inclusive para a própria segurança dos bichinhos, geralmente há a possibilidade de viajar com eles. Mas você sabia que esse processo tem uma série de etapas que precisam ser seguidas?

Veja a seguir 10 dicas para viajar com os animais de estimação.

Planeje-se antes de viajar com os animais de estimação

Se viajar já exige uma preparação para que tudo dá certo e saia como o esperado, quando se fala em viajar com os animais de estimação oplanejamentoÉ totalmente indispensável. Como levar seus pets em uma viagem não é uma tarefa tão trivial, você vai precisar se informar de tudo antes.

Isso significa conhecer quais são as regras de viagem com o animal de estimação em questão, como ele deve ser acondicionado e mesmo se ele pode entrar no local desejado, já que em viagens internacionais o processo pode ser um pouco mais burocrA?tico.

Providencie os documentos exigidos com antecedência

Para que você não seja impedido de viajar com seu animal de estimação é necessário que você se informe dos documentos necessários para o transporte e os providencie o quanto antes. Se a viagem for feita dentro do Brasil, você vai precisar de um Passaporte para TrA?nsito de CA?es e Gatos.

Já no caso de uma viagem internacional, o trâmite é mais burocrA?tico devido à proteção contra doenças, como a raiva. Cada país tem sua própria especificação, como a realização de exames laboratoriais em locais autorizados pelo país de destino, por exemplo.

No geral, em ambos os casos é exigido que as vacinas do animal estejam em dia e que ele tenha passado por consultas com o veterinário.

Implante um microchip em seu animal de estimação

Especialmente para cachorros, existe uma exigência muito comum para viagens internacionais: a implantação de um microchip que vai ajudar, inclusive, na identificação do animal. Normalmente, todas as viagens internacionais exigem essa etapa, então quanto mais cedo você começar a se preparar para ela, melhor.

Essa implantação acontece na mesma época em que o animal vai tomar suas vacinas e fazer a consulta com o veterinário. é importante também ter toda a documentação referente ao microchip para garantir que esse não seja um impedimento para a viagem.

Escolha a empresa de transporte adequada

Se você vai viajar de carro com os animais de estimação provavelmente não vai ter grandes problemas com o transporte porque estará agindo de maneira autônoma. Se, por outro lado, você precisa contar com os serviços de uma empresa o processo se torna mais complexo.

Assim, antes de comprar as passagens ou definir quaisquer detalhes da viagem é preciso escolher qual empresa fará o transporte. Procure informações da empresa relativas a esse assunto e entre em contato para se informar sobre todo o procedimento.

Também é importante escolher uma empresa com bom histórico de respeito e bom tratamento aos animais para que a viagem aconteça de maneira mais tranquila.

Compre uma caixa transportadora segura

Assim como você pretende viajar de maneira segura, o seu animal de estimação também precisa de cuidados nesse sentido. Por isso, o ideal é comprar uma caixa transportadora que tenha um bom padrão de qualidade e, de preferência, que atenda a padrões internacionais.

Isso garante a resistência necessária para o manejo e transporte e dá a certeza que seu animal ficará seguro durante toda a viagem. Outro fator a ser levado em conta nessa compra é o conforto: uma caixa pequena demais fará com que o animal fique desconfortável e, dependendo do caso, até sofra com problemas de saúde pA?s-viagem.

No geral, o animal precisa conseguir ficar de pé sem abaixar o pescoço, precisa conseguir dar uma volta completa sem dificuldades e a caixa deve ter uma boa trava de segurança.

Adapte seu animal de estimação é caixa de transporte

Pouca gente se preocupa com isso e a situação acaba se tornando um tormento pouco antes da viagem, mas é importante que o animal esteja confortável na caixa de transporte não apenas física, mas psicologicamente.

Por isso, antes da viagem comece a adaptar o animal para entrar na caixa. Aos poucos, vá fazendo com que ele passe mais tempo dentro do local até chegar é quantidade de tempo correspondente é viagem.

Usar a caixa para transportA?-lo ao veterinário também vai te dar uma ideia de como o animal se comporta e de qual é a qualidade da caixa.

Tenha um kit de emergência com remédios

Dependendo de para onde você vai e por quanto tempo é muito importante que você tenha consigo um kit de emergência com os principais remédios utilizados por seu animal de estimação.

Ainda que ele nunca tenha ficado doente, pergunte para o veterinário qual a medicação indicada e indispensável e carregue consigo em toda a viagem.

Isso é especialmente útil em países em que a medicação tende a ser controlada, mesmo para animais. Caso seu bichinho precise, com esse cuidado ele poderá receber aquilo do que necessita.

Mantenha uma rotina com seu animal

Por mais que vocês estejam em um local distante e totalmente novo, é importante manter o máximo de rotina possível na vida do animal de estimação de modo para que ele não passe por uma situação de estresse.

Se você está acostumado a brincar com ele em determinado período do dia, faça isso como sempre. Com a comida, vale a mesma coisa: o animal deve se alimentar na mesma quantidade e no mesmo horário de quando está em casa, a menos que tenha algumas exigências específicas. Isso diminui o impacto da mudança, ainda que temporA?ria, e faz com que o pet fique mais calmo.

Pegue dicas com quem já viajou

Se você tem amigos ou conhecidos que tem experiência em viajar com os animais de estimação, pode pedir uma ajuda para eles quando for a sua vez. Anote dicas, pergunte sobre a experiência e tente se antecipar aos desafios que estão por vir para que o processo dá certo do começo ao fim.

Essas mesmas pessoas, inclusive, podem te dar indicações de serviços, lojas e profissionais que vôo tornar todo o processo ainda mais fácil.

Identifique seu animal de estimação

Se você fizer tudo corretamente, é bastante improvA?vel que alguma coisa aconteça com seu animal de estimação, especialmente o extravio da caixa transportadora.

Ainda assim, é sempre melhor se prevenir em uma situação como essa e, por isso, o recomendado é que seu animal tenha uma identificação visível. Normalmente em forma de coleira ou correntinha, garanta que suas informações de contato estejam presentes, inclusive aquelas referentes ao seu local de destino. Assim, caso seja necessário, funcionários e outros responsA?veis poderáo entrar em contato com você sem maiores dificuldades.

Viajar com os animais de estimação é uma tarefa que exige muito preparo e planejamento, mas que é totalmente possível se você seguir as indicações corretas. Cuidando da segurança e de todas as etapas, o resultado é que a chegada ao destino final é muito mais tranquila e livre de imprevistos.

Ainda tem alguma dA?vida sobre o assunto? Aproveite para comentar!

Posts relacionados

O que são milhas aéreas e como você pode se beneficiar dos programas de fidelidade

Saiba tudo sobre milhas aéreas e como elas podem ser acumuladas e utilizadas em prol do seu bolso Muitas pessoas ainda não sabem o que…

Como não ter problema com o comércio das milhas aéreas

Descubra como não ter problemas com milhas e aproveitar ao máximo essa maneira de ganhar renda extra com segurança e comodidade A venda de milhas…

Bônus na transferência de pontos para os programas de fidelidade vale a pena?

Saiba o que é bônus de milhas e aprenda a calcular se essa é uma boa opção para multiplicar seu saldo e conseguir uma renda…

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale conosco
COTAR AGORA