Bem vindo!

Entenda tudo sobre o mundo das milhas
E descubra como lucrar mais.

Nenhum comentário

Como ter um cartão de crédito e multiplicar benefícios

Além de ser uma fonte segura de compras, se bem utilizado, o cartão de crédito pode te ajudar a obter renda extra

O cartão de crédito é uma das formas mais comuns de pagamento de produtos e serviços. Com um limite predefinido, ele pode ser usado em lojas, companhias aéreas, entre outros estabelecimentos que comercializam produtos e serviços.
Além disso, ele é uma ótima fonte de renda, principalmente se você souber utilizá-lo como aliado. Descubra agora como usar o cartão de crédito e conquistar benefícios que vão fazer toda diferença na sua vida financeira.

Como escolher o melhor cartão de crédito para meu perfil?

Existe uma diversidade de cartões de crédito oferecidos por bancos ou outras instituições financeiras. Antes de solicitar um, você deve se atentar para algumas coisas importantes.

Anuidade:

Ela diz respeito a uma cobrança automática e, geralmente, vem discriminada na fatura do seu cartão. Cada instituição financeira é responsável por estabelecer os valores e as condições de pagamento da anuidade.
Posso ter um cartão de crédito sem anuidade? A resposta é sim, no entanto, se o seu objetivo for lucrar com seu cartão, o ideal é dar preferência ao que cobra essa taxa, ainda que ela seja reduzida. É só escolher aquela que cabe melhor no seu bolso.

Limite de crédito:

Diz respeito à quantia que a instituição financeira libera para que você use, como se fosse um empréstimo. Toda vez que você utiliza seu cartão de crédito, o valor gasto é descontado desse limite.
Vamos supor que seu limite seja de 1.000 reais e você gaste 600. Dessa forma, você poderá gastar 400 reais nas próximas compras. O montante é restaurado assim que você for pagando a fatura. O ideal é que o limite não seja maior que 30% da sua renda.

Juros do rotativo:

O ideal é nunca chegar ao ponto de ter que parcelar a fatura por algum motivo que te impediu de efetuar o pagamento total. No entanto, se isso acontecer, é importante que você tenha um cartão que não cobre horrores por isso.
As taxas de juros do rotativo podem variar entre 79% a 829%. Portanto, para saber como usar o cartão de crédito, é importante se atentar para essas cobranças antes mesmo da adesão.

Como usar o cartão de crédito corretamente?

Ao contrário do que é dito pelo senso comum, o cartão de crédito não é o vilão na história de quem fica com o nome sujo por conta dele. Se você souber usar corretamente, ele poderá te trazer inúmeros benefícios.
A maneira de como usar o cartão de crédito depende muito da sua organização financeira e da forma com a qual você lida com seu dinheiro. O ideal é anotar todos os seus gastos e evitar ficar no vermelho por conta do valor da fatura.
Se você for uma pessoa organizada, não há mal nenhum pagar todas as contas e compras com essa forma de pagamento. Mas, para isso, é preciso ter o total do valor da fatura para evitar cair no rotativo, ok?

Saiba escolher a empresa emissora

A escolha adequada do cartão é o primeiro passo para obter benefícios com o seu uso. E fazer essa opção pode não ser uma tarefa muito fácil, pois, ao contrário do que acontecia tempos atrás, atualmente, há uma vastidão de cartões disponibilizados por diversas instituições, como bancos e financeiras, que também fazem parcerias com supermercados, redes de lojas de varejo e programas de milhagem.
A empresa emissora do cartão de crédito é a organização financeira que analisa o perfil do potencial cliente e emite o cartão. É ela que estabelece o limite de crédito conforme as possibilidades de pagamento do solicitante, geralmente via análise de renda. As principais administradoras que atuam no Brasil são os bancos, havendo também as financeiras. Cada empresa emissora pode trabalhar com diferentes bandeiras.

3 tipos de cartão de crédito:

As administradoras oferecem basicamente três tipos de cartão de crédito. O cartão institucional é o tipo geralmente oferecido pelo banco em que uma conta é aberta, e, na maioria dos casos, também vem com a função de débito. As taxas de juros, valores de anuidade e bandeira do cartão variam conforme a instituição. O limite de crédito depende da renda e do perfil do usuário no banco.
O cartão co-branded é o resultado de uma parceria entre a empresa do cartão (Visa, Mastercard, American Express etc.) com outras marcas, como programas de milhagem, supermercado e redes de lojas de varejo. Embora geralmente tenham anuidades mais altas, esses cartões comumente geram mais vantagens para o cliente ao comprar produtos da marca em questão.
O terceiro tipo é o cartão pré-pago, recomendado para quem possui dinheiro em caixa e quer manter o controle dos gastos. Seu funcionamento é similar ao de um celular pré-pago, em que é recarregada uma certa quantia que é gasta ao longo do mês. Essa é uma opção bastante restrita, pois exige que haja um capital anterior à compra, o que, muitas vezes, vai contra as necessidades dos consumidores.
É essencial que o consumidor saiba escolher a empresa emissora, avaliando aquela que oferece as melhores condições para as suas necessidades e com a qual poderá manter melhor relacionamento, caso precise. Também o tipo de cartão de crédito deve ser escolhido de forma crítica, levando-se em conta as características que ele possui e as demandas que o consumidor tem.
comerciante segurando máquina de cartão de crédito e seu cliente digitando sua senha. Homem jovem fazendo pagamento de suas contas.

Conte com uma bandeira aceita

A primeira coisa importante é entender o que é uma bandeira. Bandeira é a empresa responsável por propiciar a infraestrutura adequada de comunicação entre o estabelecimento comercial, a instituição administradora e o cartão. As bandeiras integram uma complexa rede de informações sobre processamento de pagamentos, que é fundamental para gerir e manter os cartões de crédito funcionando.
A bandeira possui um sistema globalmente integrado que permite a utilização do cartão de crédito filiado a ela em qualquer lugar do mundo, bastando haver a disponibilidade para essa transação comercial no local da compra. Portanto, contar com uma bandeira vastamente aceita nos mais variados tipos de estabelecimentos e em diferentes lugares é essencial para o uso efetivo do cartão de crédito.
Existe uma série de bandeiras. Ao redor do mundo, Visa, Mastercard, Elo e American Express são algumas das mais presentes. Elas possuem redes de processamento de pagamento integradas e bastante confiáveis, as quais garantem a geração de menores custos para todo o processo, assim como elevam a segurança das transações realizadas e da transmissão de dados.
Em território brasileiro, as bandeiras que mais circulam são: Diners, Hiper, Aura, além das já citadas acima. É importante entender que não existe uma bandeira que seja melhor que outra. Por isso, o que o consumidor deve levar em conta na adesão da bandeira é a finalidade desejada. Há bandeiras que somente são aceitas no Brasil, outras estão presentes em determinadas regiões ou países.

Tenha um limite de crédito saudável

Fazer compras com o cartão de crédito demanda planejamento e cuidado, uma vez que as dívidas feitas nele não serão as únicas que o consumidor terá que pagar. Portanto, é muito importante que o limite do cartão seja compatível às possibilidades financeiras do seu usuário, evitando as dificuldades de pagamento das faturas, o acúmulo de dívidas e até mesmo a restrição do crédito.
Não existe consenso sobre o percentual exato de limite de crédito que o consumidor deve dispor em seu cartão. Há indicações de 20, 30, 40 e até 50% da renda – esse último bastante perigoso, dependendo das características da vida financeira do usuário. No entanto, muitos especialistas concordam que a porcentagem de 10% é a mais segura se o desejo do consumidor for manter o controle total de suas despesas mensais.
Esses são limites de gastos recomendados de acordo com a renda e não os limites que os bancos e instituições financeiras concedem aos seus clientes. Por isso, é fundamental que o consumidor administre o limite do seu cartão de crédito. E isso pode ser feito por meio da autogestão das compras e pagamentos feitos na modalidade, ou por meio da solicitação da administradora para que altere os valores disponibilizados.
A forma como o cartão será administrado pelo seu usuário dependerá do perfil que ele tem. Assim, se o consumidor gosta muito de comprar e tem dificuldades em controlar os seus gastos, a melhor alternativa é optar por um limite mais baixo, levando em conta a renda mensal. Mas, caso o usuário do cartão tenha controle sobre suas compras e demais finanças, nada o impede de ter limites mais altos para usar quando necessário.

Escolha o cartão de crédito com menores taxas de juros e anuidade

Todo cartão de crédito traz benefícios quanto a compras a prazo e possibilidade de parcelamento de dívidas, gerando, como qualquer outro serviço prestado, custos ao seu usuário. Entre os valores cobrados para cobrir os gastos provenientes da manutenção dos sistemas de crédito, emissão e entrega de faturas, bem como controle de inadimplência dos clientes estão a anuidade e as taxas de juros.

Taxa de anuidade:

O valor da taxa de anuidade varia conforme o cartão, de maneira que quanto mais vantagens exclusivas ele tiver, maior será o valor cobrado. Essa taxa pode ser paga em uma das faturas do cartão ou parcelada ao longo de várias delas. Grande parte dos cartões de crédito negocia o valor e as formas de pagamento da anuidade, fornecendo descontos ou até mesmo a isenção total do ano negociado.

Taxa de juros:

O outro valor cobrado é a taxa de juros, que incide sobre atrasos ou pagamento mínimo da dívida. É preferível pagar a fatura integralmente e de acordo com o vencimento. Mas, imprevistos podem acontecer, havendo algum atraso ou a quitação de apenas uma parte do total dos débitos. Por esse motivo, a taxa de juros deve ser um fator essencial levado em conta na hora da escolha do cartão de crédito.
Tanto o valor da taxa de anuidade, como o valor das taxas de juros variam conforme a instituição financeira que administra o cartão, flutuando também de acordo com a economia do país. As taxas de juros aplicam-se a cada dia de atraso do pagamento, e, quanto mais elevadas forem, maior será o montante a ser pago. Cuidado, isso pode ocasionar até a duplicação da dívida e dificultar a sua quitação.
Além disso, quanto a taxa de juros, é preciso também considerar o Custo Efetivo Total (CET), ou seja, o custo cobrado pela aquisição do crédito, que abrange não só os juros, mas também os impostos que incidem sobre o serviço e eventuais outras cobranças. O valor da taxa de juros é anual e sua informação ao cliente é obrigatória.
Cliente usando o cartão de crédito para pagar no supermercado.

Use os programas de fidelidade e milhas

Uma grande vantagem dos cartões de crédito é a possibilidade de participar de programas de fidelidade e milhas. De modo geral, esses programas funcionam da seguinte maneira: depois de cadastrar o seu cartão, o cliente acumula pontos em cada compra realizada, podendo trocá-los por produtos ou passagens aéreas quando tiver atingido a quantidade necessária de pontuação.
Os programas de fidelidade possibilitam que os clientes ganhem diferentes produtos, como eletrodomésticos, eletroeletrônicos, materiais esportivos, combustível etc., e recebam descontos na utilização de serviços, como hospedagem, cinema e passagens aéreas. O valor é equivalente à pontuação por compra. Os produtos e serviços disponíveis para a troca, bem como o sistema de resgate variam de acordo com o cartão de crédito.
Os programas de milhagem são uma oportunidade comumente ofertada por companhias aéreas com a intenção de recompensar os seus clientes pela fidelidade à empresa. De modo geral, os consumidores fidelizados recebem pontos que correspondem à distância percorrida durante os voos realizados. Quando alcança uma certa quantidade de pontos, o cliente pode obter passagens aéreas ou trocá-los por outros serviços e produtos.

Qual a variação dos programas de milhagem?

Esses programas variam conforme as companhias aéreas, que possuem regras e oferecem vantagens bastante distintas. A Azul, por exemplo, é uma das empresas que começa a premiar seus clientes com o maior tempo de fidelização. Já a LATAM tem mais parceiros, permitindo o maior acúmulo de pontos. A Gol, por sua vez, tende a exigir um menor número de milhas do que a LATAM para emitir a passagem.
O consumidor pode optar por se cadastrar em programas de milhagens oferecidos por todas as companhias aéreas, até porque, geralmente, elas não cobrem os mesmos trechos de viagem. As vantagens de cada uma das empresas dependerão das características e objetivos do cliente ao fazer a sua troca, caso deseje resgatar as milhas por passagens aéreas nacionais ou internacionais.
Uma alternativa para quem não quer trocar a pontuação acumulada por passagens aéreas, produtos disponíveis ou serviços oferecidos é vender as milhas. Essa venda é possível porque, ao acumular os pontos, o cliente passa a ser o proprietário deles, que, então, não mais são de posse da companhia. Portanto, as milhas adquiridas são do consumidor, podendo legalmente ser vendidas.

Mas, quem tem interesse em comprar milhas?

Empresas que atuam especificamente nesse segmento, sendo especializadas em tal tipo de transação. Em geral, o negócio é muito vantajoso para o consumidor e consiste na compra de milhas pela empresa, que, em seguida, as vende para terceiros. O cliente que vende as milhas não tem o menor trabalho para a efetivação do processo, beneficiando-se totalmente dele.
Procure por empresas brasileiras que atuam no ramo de venda de milhas há anos. Entre as principais vantagens desses grupos estão a segurança e a rapidez com que a transação é feita. Isso porque elas costumam efetuar o pagamento antecipado ao usuário que vende os seus pontos para a organização, o que é uma ótima alternativa para quem precisa de dinheiro com urgência.
Outro ponto favorável é que todo o processo de compra e venda é feito pela internet e de maneira muito simples. Para realizar a venda, o dono das milhas deve preencher um breve formulário no site da empresa pelo qual informará a quantidade que quer vender. Aguarde o e-mail com a oferta de pagamento e confirmar se aceita ou não a oferta feita.
Seja qual for a finalidade dada aos pontos acumulados nos programas de fidelidade e de milhagem, esse tipo de oportunidade é um grande benefício para quem usa cartões de crédito. Além disso, o acúmulo de pontos para venda posterior é um diferencial na utilização dessa forma de pagamento, já que é uma maneira de o consumidor obter dinheiro, em vez de produtos e serviços, o que pode ser muito útil às finanças.

Use a modalidade internacional

Se você tem o hábito ou está se preparando para fazer uma viagem para fora do Brasil, precisa adquirir um cartão de crédito internacional. Além de conter todas as funcionalidades do cartão nacional, o cartão internacional permite a realização de compras – em cerca de 30 milhões de lojas ao redor do mundo! Bem como efetuar saques e pagamentos em território estrangeiro.
Quem já realizou viagens internacionais sabe muito bem da importância desse tipo de cartão. Como as moedas dos países para onde viajamos são sempre diferentes da nossa, precisamos trocar o Real por dinheiro local. Mas, às vezes, não trocamos dinheiro suficiente e temos dificuldades para encontrar uma casa de câmbio, e nessa hora que o cartão de crédito internacional faz toda a diferença, podendo ser usado até para saques.
O cartão internacional também possibilita fazer compras em lojas virtuais estrangeiras, sendo útil para quem não viaja para o exterior, mas, costuma realizar essas transações comerciais. A escolha de um cartão de crédito internacional precisa se ajustar aos mesmos critérios de um cartão nacional, devendo ser considerado o montante das taxas de juros, valor da anuidade e relevância da bandeira, à qual é sugerida atenção especial.
É preciso dizer que, em razão de disponibilizar maiores vantagens para o seu cliente, em geral, os cartões de crédito internacionais cobram taxas mais altas do que os nacionais. No entanto, é possível, por exemplo, negociar o valor da anuidade com a instituição financeira, o que pode levar à diminuição dessa taxa ou à sua isenção.

Pague suas contas em dia sempre

De nada vai adiantar seguir todas as dicas dadas neste post, se o usuário do cartão pagar as suas faturas com atraso ou deixar de quitá-las. Isso porque todos os benefícios financeiros potencialmente gerados com o uso do cartão vão ser anulados pelos valores dos juros que deverão ser pagos pelas faturas atrasadas. Então, a pontualidade no pagamento da fatura do cartão de crédito deve ser prioridade.
Para evitar isso, algumas atitudes são importantes. É fundamental que a data de vencimento da fatura seja posterior à data de recebimento de salário do cliente, para que haja tempo hábil de pagá-la. Em geral, os bancos sinalizam qual a melhor data para a realização de uma compra, tendo em vista o dia de vencimento da fatura. Priorizando as compras na data indicada, o consumidor terá mais tempo para pagá-la.
Como você pode perceber, usar um cartão de crédito pode trazer muitos benefícios. Eles vão desde a facilitação da aquisição de produtos até a possibilidade de obter uma renda extra, como é o caso da venda de milhas. Por isso, sempre que possível, utilize o seu cartão de crédito nas compras e pagamentos de serviços que fizer. Faça de suas compras um meio para ganhar!

O que eu ganho usando meu cartão de crédito?

Se você pagar a anuidade e as faturas do seu cartão corretamente, poderá conseguir inúmeras vantagens. A melhor delas, sem dúvida, são os pontos que você adquire, graças ao clube de benefícios da instituição financeira.
Todos os meses, você pode acompanhar a pontuação em sua fatura. Nela, há um campo destinado a essa bonificação. Outra forma de visualizar o saldo é consultando o app ou o netbanking.
Os pontos têm um prazo de validade. Para não perdê-los, transfira-os para um dos programas de fidelidade das principais companhias aéreas brasileiras, que são o Smiles, da Gol, LATAM Pass, da LATAM e TudoAzul, da Azul.
Assim que você realizar a transferência, não deixe de acompanhar seu saldo de milhas, porque elas também têm prazo de validade. Antes que elas expirem, acesse o site da Hot Milhas.

Passo a passo da venda de milhas na Hot Milhas

No campo “cotação em 1 minuto”, preencha os espaços em branco com seu nome, e-mail, quantidade de milhas e programa de fidelidade. Acesse seu e-mail e clique na mensagem que enviaremos.
Nela, haverá informações acerca do valor que será pago por suas milhas. Clique no link que irá direcionar para o ambiente seguro e finalize o cadastro. Assim que sua conta for criada, clique em vender.
Uma das etapas de validação da venda de milhas é a análise do seu cadastro do programa de fidelidade da companhia aérea. Por isso, é importante informar login e senha que você usa para acessar o Smiles, TudoAzul ou LATAM Pass.
Suas informações ficarão seguras e protegidas, mesmo se a proposta não for concretizada ou se você desistir da venda de suas milhas.  Portanto, não se preocupe! Depois de conferir todos os dados, clique em vender.

Forma de recebimento:

Após a validação da venda, escolha a forma de recebimento, que pode ser em 15, 20, 30 dias ou em 1 dia útil. Em todos os casos, a utilização das milhas negociadas é imediata.
Uma informação importante: sua solicitação passará por uma análise e o prazo para recebimento é contado a partir da data em que a Hot Milhas valida a compra.
Viu só? Cartão de crédito, se bem usado, pode trazer dinheiro no lugar de dívidas. Pronto para usar o seu? Não deixe de seguir as dicas que compartilhamos neste artigo.
 

Posts relacionados

Validade das milhas: cuidado para não expirar as suas

Quem não se atenta para a validade das milhas está perdendo a chance de ganhar aquela renda extra tão esperada no mês As milhas são…

Qual o melhor cartão de crédito para 2021: veja agora e peça o seu

Para ter o melhor cartão de crédito, você deve se atentar às suas necessidades e objetivos, assim a sua decisão será mais certeira, benéfica e…

Junte milhas alugando carros: tudo o que você precisa saber

Entenda tudo sobre como juntar milhas alugando carros, por que isso beneficia, principalmente, motoristas de aplicativo e qual é o melhor programa de fidelidade para…

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COTAR AGORA