Blog

Cotação em 1 minutoem seu e-mail

Sua cotação em 1 minuto

Quero vender minhas milhas:

Veja nossa Política de Privacidade.

Entenda tudo sobre o mundo das milhas
e descubra como lucrar mais

Blog

04 Sep 2017

FinanAi??as do casal: saiba como economizar na vida a dois

Começar uma vida a dois pode ser um grande desafio para os casais, afinal, é preciso que ambos estejam dispostos a se comprometer para que o relacionamento funcione.

além de aprender a conviver com a outra pessoa, tomar decisA�es em conjunto e dividir responsabilidades, é necessário que o casal saiba controlar as finanças da casa.

Se elas não estiverem em dia, é difícil realizar sonhos, como comprar um automA?vel, fazer uma viagem ou mesmo planejar filhos.

Ao controlar os gastos e economizar com parceria, é mais fácil e rápido alcançar estabilidade financeira. A seguir, você vai conhecer 7 atitudes que vôo te ajudar na hora de economizar na vida a dois e, assim, manter as finanças do casal em ordem.

1. Criem um orçamento participativo

O orçamento mensal é algo essencial para manter as finanças do casal em dia. Com ele, é possível saber exatamente o que e quando deve ser pago, evitando dA�vidas e gastos desnecessários.

Nesse orçamento, devem ser incluídas todas as contas da casa – como de luz, telefone, internet, televisão e gA?s. Adicionem também o valor do supermercado e gastos extras, como abastecimento do carro e fatura do cartão de crédito.

Ou seja, vocês devem incluir no orçamento tudo que sai do bolso mensalmente, incluindo um valor determinado previamente para lazer e gastos emergenciais.

Para que o orçamento funcione e vocês consigam pagar tudo em dia, é importante que ele seja participativo. Determinem o que cada um vai pagar e tenham responsabilidade para não esquecer a data de vencimento das contas.

além de gerar responsabilidade, é uma ótima forma de fortalecer a parceria do casal.

2. Dividam os gastos proporcionalmente

Algo que pode gerar desentendimentos é achar que quem recebe o maior salário deve arcar com todas as contas. Ao ter esse tipo de pensamento, o casal fica desprevenido no caso de demissão e um dos lados pode se sentir inferior na relação.

Por isso, o ideal é que vocês tenham uma conversa e entrem em acordo. A partir daA�, cada parte arca com uma quantia proporcional e tangA�vel.

Assim, o orçamento não fica pesado para ninguém e ambos sentem a mesma importância dentro de casa.

3. Estabeleçam um padrão de vida condizente

É importante que o casal estabeleça um padrão de vida condizente com os salários de ambos, levando em conta o orçamento mensal. Nesse momento, vocês precisam pensar sobre o que cada um gosta de fazer nos momentos de lazer.

Algumas pessoas gostam de comer fora, viajar, sair durante a semana, enquanto outras preferem ficar em casa e ter momentos de diversão sem gastar com transporte, por exemplo.

Tudo depende do salário de ambos: se a soma possibilitar gastos maiores com lazer, não há problema em jantar mais de um dia fora. Já se a soma dos valores for limitada, vale a pena fazer trocas.

Como casal, é necessário entrar em um consenso. Em vez de sair todos os dias, dá para sair apenas aos fins de semana ou escolher umdestino mais acessívelna hora de viajar, por exemplo.

4. Aprendam a viver apenas com um salário

Para que o casal não enfrente dificuldades no caso de demissão, uma ótima dica para controlar as finanças e evitar futuras dA�vidas é aprender a viver apenas com um salário.

Tentem adequar as contas e despesas principais dentro do salário de menor valor. Assim, caso vocês precisem ficar apenas com uma fonte de renda, terão como arcar com o orçamento da casa.

Adotar essa dica também se torna uma ótima forma de juntar dinheiro para comprar algo que vocês desejem muito ou para fazer programas a dois, já que o outro salário ficará intacto.

5. EsqueA�am o “meu” e pensem em “nosso”

Para que o relacionamento dá certo e as finanças do casal estejam sempre em ordem, é de extrema importância esquecer o “meu” e “seu” e pensar no “nosso”.

Vocês sãoum casal e agir como dois solteiros fazendo compras sem consultar o outro só vai gerar brigas e comprometer o orçamento.

De nada adianta você comprar uma coleA�A?o de livros enquanto a parceira adquire um novo celular e só saberem das compras quando o orçamento mensal não fechar.

Portanto, tenham objetivos semelhantes e conversem sempre sobre a meta do casal. Se o desejo maior é sair do aluguel e comprar a casa própria, tenham em mente que toda a economia feita será em prol desse objetivo.

Obviamente cada um tem o direito de desejar algo e, nesse caso, a conversa com a parceira sobre uma futura compra é o mais indicado.

6. Tenham um fundo de emergência

NinguA�m sabe o que vai acontecer amanhã? ou na semana que vem, por esse motivo é extremamente importante se prevenir para não ficar no vermelho.

Imagine se você perder o emprego e a responsabilidade de pagar todas as contas e gastos recair sobre a parceira. Ou se, por mais que vocês se previnam, mas, mesmo assim, uma gravidez não planejada aconteça. De onde será tirado o dinheiro para cobrir as despesas extras?

O fundo de emergência serve para situações como essas ou em que o casal precisa de dinheiro para enfrentar um cenário inesperado.

Logo, comecem a separar mensalmente 10% do salário de ambos para depositar em uma poupança, caso não dá para viver com o salário mais baixo. Essa quantia deve ser incluída no orçamento mensal e se tornar um compromisso para garantir uma solução em um momento difícil.

7. Acumulem milhas de formas diferentes

Quando você usa o cartão de crédito, pode converter as compras em pontos. Para isso, basta estar inscrito no programa de fidelidade da sua operadora. Esses pontos, por sua vez, podem ser transformados emmilhas aéreas.

Embora sejam muito utilizadas para comprar passagens de avião, elas podem ser usadas para fortalecer as finanças do casal. De maneira totalmente legal,É possível vendê-laspara conquistar renda extra. O dinheiro recebido poderá quitar dA�vidas e também criar uma reserva de emergência de maneira mais simples.

Para facilitar todo o processo, busque lojas parceiras da operadora de cartão e formas de aumentar o número acumulado de milhas. Quanto maior ele for, mais dinheiro dá para adicionar ao orçamento.

Cuidar das finanças do casal é algo essencial na vida a dois. Ao adotar atitudes simples e com parceria, fica muito mais fácil manter as contas em dia e economizar.

Gostou das dicas? Quais você pensa em levar para o dia a dia a dois? Conte para a gente nos comentários.

 

Posts relacionados

Comentários