Blog

Cotação em 1 minutoem seu e-mail

Sua cotação em 1 minuto

Quero vender minhas milhas:

Veja nossa Política de Privacidade.

Entenda tudo sobre o mundo das milhas
e descubra como lucrar mais

Blog

27 Jun 2017

FinanAi??as pessoais: saiba quais sãoos maiores erros dos brasileiros

Se suas finanças pessoais não andam bem, então é hora de começar a repensar a maneira como você está lidando com o seu dinheiro. Boa parte dos brasileiros sofre com problemas financeiros, que tem muito mais a ver com erros cometidos do que com qualquer outra coisa.

Será que este não é o seu caso? Para saber, confira a seguir alguns dos principais erros cometidos pelas pessoas e saiba como evitA?-los para, então, melhorar sua vida financeira.

Não pensam em construir um patrimônio em longo prazo

Parte considerA?vel da populaçãobrasileira não investe pensando no futuro. Uma aposentadoria boa não é algo difícil de se construir desde que você saiba usar o tempo a seu favor. Basta reservar uma parte de seu salário atual e poupar, mesmo que essa parte seja pequena. Até alguns anos atrA?s, a poupança era conhecida como a grande aliada do brasileiro nesse processo, entretanto, hoje já existem outras aplicações em renda fixa que oferecem retornos melhores para investimentos em longo prazo. Não deixe de procurar saber sobre eles.

Até mesmo a Caderneta de Poupança, que tem apresentado resultados abaixo da inflação, permite que investimentos menores, mas constantes, rendam o suficiente para que a pessoa viva bem. A questão é o tempo. Se você investir entre R$ 100 e R$ 300 todo mês – um valor razoA?vel – em 30 anos chegarA? a uma quantia que garantirá uma boa renda.

Pensando dessa maneira, se puder investir um pouco mais, poderá diminuir esse tempo para 25, 20 ou até mesmo 15 anos. De qualquer forma, jamais deixe de pensar em longo prazo para fazer seu dinheiro render e, assim, ter uma melhor qualidade de vida no futuro.

Não fazem o devido planejamento dos gastos diários

Outro erro grave do brasileiro é não planejar seu dia a dia e acabar gastando mais do que deve. Esse problema pode ser facilmente resolvido quando você estabelece metas diárias. Parece exagero? Pois considere colocar no papel tudo o que você realmente precisa gastar amanhã? e tente colocar em prática.

Ao somar todos os gastos necessários do dia a dia, é possível que você tenha uma grande surpresa e perceba que boa parte do seu dinheiro está sendo consumida sem motivo.

Nossa rotina está tomada por gastos desnecessários. Alguns deles podem ser facilmente substituídos por outras ações mais benA�ficas, como em casos em que é possível trocar o tipo de transporte até o trabalho. Vai de carro? Que taleconomizare ir de transporte público? Vai de transporte público? Já considerou ir a pé ou até mesmo de bicicleta? E o almoço? Você come em restaurantes? Que tal levar a própria comida para o trabalho?

É evidente que esse tipo de mudança não contempla a todos, mas se você começar a planejar seus gastos diários, certamente encontrarA? um caminho para economizar, seja no transporte, seja na alimentação ou em outra situação.

São irresponsA?veis com o crédito

Ter um cartão de crédito em mãos facilita a vida das pessoas, mas pode representar também um problema grave. Ao usá-loo de maneira irresponsável, muitos brasileiros acabam acumulando dA�vidas, deixando sua vida financeira insustentável.

O ponto fundamental a observar neste sentido é a taxa de juros. Jamais corra o risco de contrair uma dA�vida com um prazo longo se a taxa de juros for muito alta. Se você já estiver nessa situação, corra atrês da sua operadora de cartão de crédito e tente renegociar. Quanto mais tempo você passar pagando juros altos, maiores serão suas chances de comprometer sua vida financeira.

O ideal é gastar apenas o que tem. De preferência, pague é vista para comprar o que precisa, mesmo que para isso você precise esperar um tempo até juntar odinheironecessário para realizar sua compra. Se você se acostumar a juntar o montante antes de fazer a compra, como se simplesmente não existisse a opção de crédito, já garantirá uma segurança maior para lidar com seu dinheiro.

Não tem metas de economia

Onde você quer chegar? Imagine um piloto que não tem destino. Ele vai ficar guiando pelas ruas até que o combustível acabe ou alguma outra coisa aconteça. Assim não pode ser a sua vida. Não deixe que as coisas aconteçam ao acaso. Tracemetase corra atrês delas. Não importa o que você pretende conquistar, seja a compra de um imóvel de alto padrão ou então a formação da aposentadoria.

Um dos maiores problemas enfrentados por trabalhadores brasileiros é serem surpreendidos por oscilações da economia. Isso acontece muito porque eles não organizam suas finanças em termos de metas e passam os dias gastando o que tem sem necessidade.

É comum ver pessoas que ao começarem a trabalhar compram carros, roupas e criam um estilo de vida que exige muitos gastos. TA?o comum quanto é ver elas se surpreendendo anos depois ao não ter dinheiro para lidar com demissão ou problemas de saúde na família.

Essa surpresa poderia ser evitada se houvesse um planejamento financeiro. Sendo assim, considere estabelecer metas em curto, médio e longo prazo. Trabalhando com elas e definindo métodos para economizar você verA? que gerenciar suas finanças não será tarefa difícil.

Não tem uma reserva de emergência

Você não sabe como será o dia de amanhã?. E se algo acontecer? E se perder o emprego? é preciso se precaver em relação a isso.

A maioria dos brasileiros não trabalha com uma reserva de emergência, o que faz com que essas pessoas estejam sempre em risco. Agora, pense um pouco: por que não tirar uma pequena quantidade do que recebe e investir para compor uma reserva? Se você conseguir reunir entre seis e doze vezes o valor do seu salário atual, caso alguma coisa aconteça, você terá entre seis meses e um ano para repensar sua situação e encontrar um espaço no mercado sem perda de renda. Para tanto, basta começar a poupar.

Desconhecem oportunidades para suas finanças pessoais

O negócio de compra e venda de milhas é algo que tem crescido significativamente no Brasil nos últimos anos, fazendo com que inúmeras pessoas obtenham renda simplesmente ao acumular pontos em seu dia a dia. Ainda assim, nem todo mundo conhece essa alternativa.

Quando se junta milhas, por meio de cartões de crédito ou gastos em lojas parceiras, é perfeitamente possível vendê-las e resgatar parte do dinheiro investido em troca. Essa é uma forma excelente de reduzir seus gastos e aumentar sua renda.

Posts relacionados

Comentários