Blog

Cotação em 1 minutoem seu e-mail

Sua cotação em 1 minuto

Quero vender minhas milhas:

Veja nossa Política de Privacidade.

Entenda tudo sobre o mundo das milhas
e descubra como lucrar mais

Blog

18 Jun 2017

Afinal, a venda de milhas é ilegal?

Se você participa de algum programa de fidelidade, provavelmente já considerou a ideia de vender suas milhas, seja para amigos ou para determinadas empresas. Isso é muito natural, uma vez que a prática permite a obtenção de uma renda extra no final do mês. Assim, você consegue obter mais dinheiro para lidar com as despesas de casa ou até mesmo uma reserva para investir, se for o caso.

Mas você também já deve ter se perguntado: será que essa prática é legal? Existe o risco de perder dinheiro em função de algum tipo de fraude? O que a lei diz a respeito do assunto?

Para que não haja mais dA?vidas, recomendamos que leia este texto até o final. Reunimos aqui as informações mais importantes sobre o assunto. Acompanhe.

A venda de milhas legalizada

Para qualquer tipo de atividade é preciso que haja um mínimo de controle das ações executadas pelos envolvidos. é assim com práticas das mais variadas. Neste sentido, a Legislação surge como mecanismo para determinar os limites para cada individuo ou grupo na atividade que exerce.

Consequentemente, quando não existe na Legislação qualquer tipo de impedimento em relação a certo tipo de atividade, significa que ela não fere o respeito às liberdades civis, o que torna desnecessária uma proteção jurídica.

Infelizmente, vivemos uma realidade em que as pessoas tentam a todo custo levar vantagem, o que faz que com que tenhamos um número cada vez maior de leis destinadas a coibir práticas nocivas. Assim, quando não existem leis que regulam determinado tipo de atividade é natural que as pessoas desconfiem.

Mas o fato é: as leis surgem para regular algo que pode ser danoso, sendo assim, quando elas não existem é porque a atividade não representa riscos maiores é sociedade. Dessa forma, a venda de milhas não é uma atividade ilegal, simplesmente porque não existem na legislação brasileira leis que regulam esse comércio.

Mas isso não significa que as empresas envolvidas no processo estejam isentas de responsabilidades e que toda a atividade não ocorra de maneira séria. O Código de Defesa do Consumidor, por exemplo, garante o direito do consumidor de comercializar as suas milhas, uma vez que elas são de caréter patrimonial, ou seja, uma vez que estão colocadas à disposição do cliente, este passa a ter controle total sobre elas, podendo fazer aquilo que quiser, inclusive, vender.

Apesar disso, algumas empresas de viagens aéreas tem colocado uma cláusula no contrato de adesão que impede o consumidor de comercializar suas milhas. Essa cláusula é considerada nula pelo Procon, justamente por entender que o comércio de milhas não é ilegal. Isso significa que, ao tentar proibir o consumidor de fazer livre uso de um bem próprio, são as empresas que tem atuado na ilegalidade.

É útil saber que a única barreira que pode aparecer para impedir você de vender suas milhas são os regulamentos dos programas de milhagem, mas isso não tem sustentação legal alguma, sendo fruto exclusivo de seus interesses comerciais.

O fato é que tanto o Código de Defesa do Consumidor e até mesmo o Procon, garantem a você o seu direito de fazer o que quiser com algo que é de sua propriedade. Sendo assim, a venda de milhas é totalmente legal, o que significa que se você estiver com pontos acumulados prestes a vencer ou se estiver em busca de recursos para aumentar sua renda, fique tranquilo. Basta procurar alguém interessado em fazer a transação e vender suas milhas.

As empresas que estão autorizadas a comprar

Como é um direito do consumidor fazer o que quiser com as milhas que possui, ele pode vendê-las para quem bem entender, se essa for a sua vontade. Da mesma forma, ele também pode emitir as passagens no nome de terceiros. Isso permite até mesmo a negociação mais informal, quando a própria pessoa encontra alguém que tenha interesse nas milhas e faz a venda pessoalmente. Assim, você pode comercializar as suas milhas para familiares e amigos ou até mesmo doar se quiser.

Entretanto, é importante que a transação aconteça em meio seguro, sendo controlada por empresas capazes de oferecer um mínimo de proteção aos dados do cliente, além de dar formalidade ao processo. é essa a grande vantagem de vender milhas para companhias especializadas: você não precisa ficar procurando interessados sempre que tiver milhas disponíveis para vendas, basta acessar o site e negociar os valores.

Em geral, esse serviço é oferecido por empresas que atuam em ambiente online, o que facilita a vida do consumidor.

Basicamente, as empresas podem oferecer serviços de compra, venda e troca de milhas. Mas é importante que sites que trabalham com a comercialização de milhas estejam em dia com CNPJ e número de telefone para contato. além disso, cabe ao interessado procurar saber mais sobre o histórico de cada empresa, como o tempo em que ela atua no mercado, por exemplo.

Quanto ao tipo de serviço, o mais comum é quando as empresas compram as milhas dos clientes, trabalhando com um sistema de cotação.

Tomados os devidos cuidados, não há impedimento algum para a realização da comercialização das milhas, uma vez que se tratam de bens adquiridos. Ainda assim, em casos de problemas, é possível procurar o Procon para resolver.

É bom lembrar que o Código de Defesa do Consumidor e o Procon são os principais aliados de quem pretende vender milhas.

O processo de venda em plataformas online

Vender para a internet é um processo relativamente simples, mas que exige um mínimo de controle para que seja feito em segurança. De maneira geral, ele acontece da seguinte maneira: a pessoa interessada em vender seus pontos, acessa o site da empresa que se oferece para comprar e informa a quantidade de pontos que pretende negociar. Após fornecer os seus dados como nome e e-mail, ela recebe como retorno a cotação e o valor que será pago pela quantidade de milhas comercializadas.

Na mesma mensagem ela recebe também uma lista com todas as informações que serão necessárias para a realização do cadastro, tais como nome completo, endereço, RG, CPF, telefone, dados bancários e informações a respeito de sua conta no programa de fidelidade do qual participa.

Em seguida o pedido é analisado para que, em caso de aprovação, o dinheiro seja depositado na conta do cliente. Por fim, a senha de resgate é repassada aos responsA?veis pelo site para a emissão da passagem.

Para que o processo ocorra da maneira mais segura possível, recomenda-se trabalhar com empresas que garantam o depA?sito na conta do cliente de maneira antecipada. além disso, é importante também que a senha de resgate do programa de fidelidade seja repassada ao site somente depois de o dinheiro ter sido depositado.

Outro diferencial demonstrado por empresas confiáveis é em relação é proteção dos dados do cliente. Prefira aquelas que utilizam seus dados somente durante a transação dos pontos vendidos, garantindo, de alguma forma, o apagamento de tudo em seu banco de dados ao fim da operação. Isso ajuda a reduzir os riscos.

A cotação das milhas adquiridas

O consumidor tem todo o direito de negociar as suas milhas da maneira como preferir, inclusive trabalhando com um site especializado no serviço. Compreendendo o comércio de milhas como uma alternativa de negócio, você pode inclusive planejar formas para investir seu dinheiro para criar uma fonte de renda extra. Cada vez mais pessoas tem aderido ao programa de milhas justamente para acumular pontos e obter lucro, transformando suas milhas em dinheiro.

Isso permite economia, uma vez que ajuda o dono das milhas a reverter parte do dinheiro gasto em benefícios. Para tanto, é preciso ter atenção a questões como a cotação.

O sistema de cotação é comumente utilizado por empresas que atuam na compra de milhas dos clientes. Em geral, a cotação varia em função da demanda, ou seja, quando existem muitas pessoas interessadas, o preço sobre, quando a procura é pouca, o preço desce. Cabe ao interessado estar sempre atento às épocas em que a procura por viagens é maior para vender pelo preço que julgar mais adequado.

Por isso, não deixe de organizar seu acúmulo de milhas de modo que ao alcançar um valor mais alto, isso coincida com um momento de grande procura por viagens. é importante também não deixar as milhas expirarem, pois isso pode fazer com que você perca seu dinheiro.

Os sites mais confiáveis oferecem a cotação em menos tempo, bastando você acessA?-los e informar seu nome completo e endereço de e-mail para obter o retorno. Você pode fazer isso sempre que quiser.

O ideal é comparar o valor das passagens aéreas com a quantidade de milhas necessárias para trocar por essas passagens. Sabendo lidar com a questão da demanda, você terá condições de fazer bons negócios com as suas milhas.

Os cuidados que precisam ser tomados

Atenção redobrada para não perder dinheiro. Primeiramente, é preciso saber mais sobre a empresa que oferece esse tipo de serviço. Como não existe na legislação algo que regule o comércio de milhas aéreas, é preciso ficar atento a aspectos que demonstram a confiabilidade de cada profissional envolvido.

Isso pode ser feito observando o próprio site da empresa que precisa ter uma Política de Privacidade, trabalhar com um sistema de segurança que ofereça algum tipo de blindagem, além de oferecer dados para que você tenha como entrar em contato sempre que precisar, como telefone, endereço e e-mail.

Procure se informar também a respeito do tempo de atuação da empresa no mercado e a quantidade de clientes que ela tem. Isso pode parecer não representar muita coisa, mas acredite: números expressivos são sinais de que se trata de uma organização séria.

além disso, é necessário analisar bem o cenário para não fazer negócios ruins em cada transação. Um exemplo é quando a cotação oscila. Neste caso, pode ser preferível esperar do que vender nessa situação, mesmo que as milhas estejam prestes a vencer. De qualquer forma, o mais importante é ter atenção é validade de cada milha para saber lidar com elas adequadamente.

Um planejamento adequado permite a você negociar suas milhas com maiores condições para vendê-las por melhores preços.

Outro detalhe: fique sempre de olho na reputação da empresa que comercializa milhas, acessando o site do Reclame Aqui. Saber quais são os problemas que fazem parte do histórico de cada companhia, bem como conhecer a maneira como elas lidam com as eventualidades, garante a você maior segurança. Esteja sempre atento é maneira como elas tentam resolver os problemas e evite aquelas que são mal avaliadas e que não respondem às reclamações dos clientes.

Problemas fazem parte do dia a dia de qualquer empresa, entretanto, é na maneira como elas lidam com cada um deles que se torna possível compreender seu comprometimento profissional.

A atividade do comércio de milhas é legal, mas não é regulamentada, o que significa que seus cuidados devem ser redobrados para evitar qualquer tipo de prejuízo. Como citamos, existem meios para garantir os direitos do consumidor, mas, mesmo assim, é importante que você faça a sua parte.

Por isso, tenha atenção ao CNPJ da empresa e todos os meios de contato disponibilizados por ela. Não deixe de pesquisar sobre a presença dela no mercado e o número de clientes. Empresas que não possuem perfis nas redes sociais, não apresentam opções de contato e não se relacionam em ambiente online podem simplesmente desaparecer da face da terra se algo acontecer. Então, é importante ter atenção especial é reputação de quem oferece o serviço.

As vantagens para o consumidor

O comércio de milhas representa uma importante alternativa para o consumidor compor sua renda. Ao vender milhas ele pode recuperar boa parte de seus gastos realizados no dia a dia, o que representa uma importante contribuição em um momento em que grande parte das famílias brasileiras tem tido dificuldades para lidar com as dívidas no país.

Pense bem: constantemente você precisa ir ao mercado abastecer suas necessidades do lar. é preciso comprar comida, bebida, produtos de limpeza e higiene pessoal, entre outros. Da mesma forma, eventualmente você precisa lidar com diferentes tipos de gastos em postos de combustível e lojas de roupas. Assim, independentemente de andar de avião ou não, você tem que fazer gastos. Se inevitavelmente você precisa gastar, então por que não criar uma alternativa para reduzir esse custo?

É exatamente isso que a venda de milhas oferece a você. Quando você participa de um programa de fidelidade que lhe dá direito ao acúmulo de pontos, você pode continuar gastando exatamente a mesma quantia que gasta hoje, mas com a possibilidade de recuperar boa parte do dinheiro mais tarde ao vender suas milhas.

além disso, mesmo para quem costuma viajar de avião, é sempre bom ter uma alternativa caso as coisas não aconteçam conforme o esperado. Em casos em que as milhas estão prestes a expirar, por exemplo, você pode considerar a venda delas para não correr o risco de perder todo o dinheiro investido.

Por fim, uma vantagem que a venda de milhas oferece é permitir um leque maior de opções para quem participa de programas de fidelidade. Como as companhias costumam apresentar benefícios que envolvam os seus serviços e os de parceiros, é natural que suas opções fiquem restritas aos produtos e serviços oferecidos pelas empresas participantes dos programas. Assim, quando você vende suas milhas, você ganha a liberdade de poder fazer o que quiser com o dinheiro obtido.

Isso significa poder comprar até mesmo produtos de marcas concorrentes dos parceiros do programa do qual você participa.

Enfim, com a popularização dos programas de fidelidade, tornou-se comum ao consumidor estar sempre de olho nos lugares e produtos que podem contemplá-lo com benefícios. Entretanto, com a venda de milhas você pode ampliar suas possibilidades ao transformar em dinheiro os pontos obtidos. Tudo de maneira legal, uma vez que não existe nenhum impedimento na lei em relação a essa prática.

Dicas para reunir mais milhas

Se nada lhe impede de vender suas milhas, é importante então saber como fazer para obter o máximo possível delas e negociar depois. Sendo assim, reunimos algumas dicas que podem ajudar nessa busca.

A primeira dica é contar com um bom cartão de crédito. E por bom entendemos um cartão que oferece um programa de pontos, em geral, com paridade acima de 1 milha por ponto. Isso é importante. A paridade entre milhas e pontos faz toda a diferença em longo prazo.

Outra dica importante é concentrar seus gastos com milhas num único cartão de crédito. Quando você faz isso, consegue acumular todos os pontos possíveis num único local e, assim, acompanha melhor o avanço dos números.

Mas atenção: tome muito cuidado com o uso que você faz do seu cartão de crédito. A ideia aqui é ajudar você a ter benefícios com o comércio de milhas, não fazer com que tenha problemas financeiros por conta de dúvidas. Em situações em que não puder comprar, não compre. Caso você não seja a pessoa mais apta a lidar com a questão do crédito, considere juntar milhas sem usar o cartão.

Também é importante limitar as companhias em que vai obter seus pontos. Isso porque se você dividir seus pontos entre vários programas, demorarA? mais tempo até conseguir uma pontuação interessante em cada um deles. Escolha o seu favorito e vá atrês da sua pontuação.

além disso, use gastos mais elevados e constantes, como o pagamento de contas de luz, Água e telefone, para obter pontos pagando boletos com a opção de crédito. Isso faz com que você tenha condições de recuperar, posteriormente, o valor dessas contas, algo que pode representar uma importante economia a cada mês.

Trabalhar exclusivamente com empresas parceiras do programa de fidelidade que você participa, certamente é a melhor dica possível. Procure verificar antes de qualquer compra, se a empresa que oferece o produto ou serviço que você pretende comprar faz parte do seu programa de milhas. Caso não faça, considere pesquisar na concorrA?ncia se o custo final do que você compra não será menor com ela.

Quando você considera o benefício das milhas no preço final de suas compras, consegue repensar cada negócio que faz e encontra soluções melhores. Transforme isso num costume.

Nova oportunidade

Não compreender a oportunidade que o comércio de milhas oferece pode representar um grave erro para você e suas finanças.

Mais do que permitir voos mais baratos e até mesmo de graça, os programas de fidelidade oferecem também uma série de alternativas para melhorar sua vida e a de sua família. Entre elas estão a aquisição de produtos e serviços e o resgate em dinheiro.

Esta última oportunidade deve ser considerada tanto quanto as outras. Em vez de emitir bilhetes com os pontos obtidos, a pessoa pode vender, pelo menos para não deixar com que esses pontos expirem e as empresas tenham lucro sem que ofereçam nada em troca.

Em tempos em que a moeda brasileira está desvalorizada em relação ao Dólar, as pessoas tem desistido de fazer viagens ao exterior por conta dos gastos que terão no período em que estiverem fora. Se este for o seu caso, saiba que vendendo as milhas você consegue dar outro fim aos pontos que foram acumulados nos últimos tempos e não perder o investimento feito.

Seu problema é dinheiro? Vender suas milhas pode ser a solução para isso. Ao poder usar as milhas para resgatar parte do investido você consegue economizar.

Quando você compra mensalmente numa determinada rede de hipermercados que participa de um programa de milhas, você pode transformar cada centavo gasto em pontos e assim acumular milhas. Após várias compras, essas milhas podem ser comercializadas para que você tenha um excelente retorno financeiro. Quer pagar menos em suas despesas do dia a dia? Então não deixe de trabalhar com um programa de fidelidade que permita a você esse benefício.

Por isso, não perca tempo. Comece agora mesmo a transformar cada Real gasto em pontos e milhas e procure a HotMilhas para fazer a sua venda de milhas. Estamos é sua disposição!

Posts relacionados

Comentários