Entenda tudo sobre o mundo das Milhas e Viagens.

Na Hot Milhas a segurança está em primeiro lugar, mais de 1.000.000 pessoas aprovam no Facebook.

Blog

27 set 2017

É possível negociar milhas com segurança?

Negociar milhas tem se apresentado como solução importante para boa parte dos brasileiros. É possível acumular uma milhagem alta participando de programas de fidelidade de companhias aéreas e, dessa forma, em vez de trocá-las por viagens de avião, procurar empresas especializadas nesse tipo de comércio para receber em dinheiro os benefícios de sua participação.

Assim, o consumidor tem acesso a um leque maior de possibilidades como a compra de produtos e serviços de sua escolha e até mesmo o uso do dinheiro para fazer o pagamento de contas pessoais e realizar investimentos.

Entretanto, é preciso garantir que essa negociação seja feita com segurança. Saiba como fazer isso na sequência e comece a lucrar!

O que é preciso saber?

A primeira informação que você deve ter em mente é que existem serviços especializados na compra de milhas. São empresas que possuem CNPJ, políticas claras para trabalhar com o comércio de milhas, atuam na legalidade e têm histórico limpo.

Uma maneira de conferir esse último aspecto é acessando sites como o Reclame Aqui. Nele, você pode verificar se existem muitas reclamações a respeito da companhia e a maneira como ela costuma atuar diante de eventualidades.

Não existe uma legislação específica que regule a prática da comercialização das milhas, o que significa que, apesar de se tratar de algo legal, também não existem medidas punitivas previstas para casos como de fraudes envolvendo o negócio.

Portanto, é preciso ter cautela na hora de vender as milhas, evitando sempre a venda interpessoal e se concentrando em empresas sérias, capazes de garantir a segurança dos seus dados na transação.

É bom lembrar que você pode vender suas milhas, pois isso é um bem pessoal que você obtém participando de um programa de fidelidade.

Como negociar milhas?

Ao estabelecer como critério a negociação com empresas confiáveis, você já pode se concentrar em procurar os momentos mais propícios para fazer a sua cotação.

De uma maneira geral, isso diz respeito a vender suas milhas em períodos de maior demanda por passagens aéreas. É a lei da oferta e da procura: nas épocas de alta temporada, que envolvem os meses de dezembro, janeiro e julho, a tendência é que a demanda pelos destinos seja maior e isso faça com que o preço de suas milhas também seja maior.

Sendo assim, programe-se para atingir o ápice da quantidade de milhas em épocas de férias, caso deseje vendê-las. É nesse período que suas chances de obter um lucro maior aumenta significativamente.

Tome cuidado para não deixar com que suas milhas expirem. Quando isso acontece você não pode mais fazer uso delas. Nesse caso, é importante saber como usar o cartão de crédito para evitar esse problema.

Quais cartões usar?

É importante saber que você acumula mais pontos para converter em milhas comprando na opção crédito, embora exista a possibilidade de obter pontos comprando no débito.

Para tanto, é preciso entender a lógica que faz com que um cartão traga mais benefícios do que outro. Isso diz respeito à paridade entre o dinheiro gasto (a cotação pode ser feita em Real ou Dólar) e os pontos obtidos, o prazo de validade que o cartão oferece para os pontos e a anuidade cobrada pela instituição bancária.

Assim, comparando dois tipos de cartões de uma mesma instituição bancária, no caso o Banco do Brasil, vemos que no Ourocard Doméstico e Internacional, 1 Dólar gasto equivale a 1 ponto em compras feitas no crédito e 0,5 ponto para compras feitas no débito. Já no caso do Ourocard Infinite ou Black, 1 Dólar equivale entre 2 a 2,2 pontos para compras realizadas no crédito e 0,5 no débito.

Além disso, os pontos têm validade média de 3 anos, embora existam opções em que eles duram menos tempo (até 1 ano) e outras que nunca expiram, como é o caso do Santander Unlimited Mastercard Black, que atribui 2,2 pontos por Dólar gasto e possui validade ilimitada.

De uma maneira geral, os cartões mais valorizados do mercado são aqueles que oferecem a melhor paridade entre ponto e o dinheiro gasto e mais tempo para o acúmulo, sendo também aqueles que apresentam a maior anuidade. Confira junto ao seu banco as condições do seu cartão em relação ao acúmulo de pontos.

Por que companhias aéreas?

Os programas de fidelidade de companhias aéreas são os que oferecem maior número de parceiros, o que permite que você acumule pontos e os converta em milhas com relativa facilidade.

Assim, não é necessário fazer viagens de avião para ganhar milhagem, mas sim, simplesmente substituir as compras que você realiza no seu dia a dia e que só trazem gastos, por compras em empresas parceiras do seu programa. Essa mudança de hábitos pode, no fim do processo, gerar economia para o seu dia a dia e quem sabe até mesmo funcionar como uma importante fonte de renda extra.

Por isso, é preciso ter atenção especial ao processo: cadastre-se na companhia aérea que apresentar o maior número possível de parceiros que fazem parte da sua rotina e comece a acumular pontos para converter em milhas e, em seguida, vendê-las para empresas especializadas. Lembre-se: você só pode vender as milhas convertidas, nunca os pontos.

Quais são as companhias que remuneram melhor?

Isso depende da época. As companhias aéreas atribuem valores diferentes aos créditos que os participantes acumulam dentro dos programas de fidelidade. Por isso, é preciso conferir o quanto cada empresa “paga” por uma mesma quantidade de milhas em um determinado momento.

Considere uma série de fatores. Por exemplo, uma companhia aérea que tem mais alternativas de voos para seus passageiros do que outra, certamente apresentará uma diferença no preço de sua passagem em função da procura.

Da mesma forma, um programa de fidelidade com poucos parceiros têm menos milhas no mercado do que companhias mais presentes. Essa dificuldade de encontrar milhas faz com que o preço delas seja maior. Os preços que as empresas aéreas pagam dependem da disponibilidade dos voos e da maneira como elas estabelecem os preços das viagens em milhas.

Entretanto, programas que apresentam muitos parceiros facilitam o acúmulo de milhas, o que permite a você ganhar mais dinheiro no processo.

Em função desses fatores, esteja sempre atento aos programas MultiplusSmiles e Tudo Azul, que costumam oferecer maiores vantagens para os participantes.

Agora que você sabe como negociar milhas, experimente fazer sua cotação.

Posts relacionados

Comentários

*