Blog

Cotação em 1 minutoem seu e-mail

Sua cotação em 1 minuto

Quero vender minhas milhas:

Veja nossa Política de Privacidade.

Entenda tudo sobre o mundo das milhas
e descubra como lucrar mais

Blog

25 Jun 2017

Conheça 8 segredos para acumular dinheiro

Quem nunca sonhou em ficar rico? A possibilidade de ter dinheiro significa muita coisa. A principal delas é a independência financeira. Entretanto, você sabia que é perfeitamente possível garantir a independência financeira mesmo sem ganhar uma fortuna?

Pois é exatamente isso que pretendemos mostrar para você neste artigo. Você pode sim acumular dinheiro com seu salário atual conhecendo esses 8 segredos. Confira!

1. Saiba o que faz você acumular dinheiro

Basicamente, você só precisa começar a repensar a sua vida em função de dois fatores:

  • o tempo;
  • a taxa de juros.

Não importa se você tem pouco dinheiro. Poupando de maneira constante, sua riqueza vai aumentar dia após dia. Essa é a liA�A?o básica: reserve sempre um valor para poupar a cada mês, mesmo que ele seja baixo.

AliA?s, principalmente quando você ganha pouco é que precisa saber lidar melhor com a taxa de juros. é preciso que ela seja uma aliada, não uma inimiga (que é o que acontece quando a pessoa fica endividada). Com uma taxa que apresenta boa rentabilidade para o seu dinheiro, a longo prazo o montante aumentará consideravelmente.

2. Utilize os juros compostos

Quando você aplica seu dinheiro na Poupança, com o passar dos anos ele vai se acumulando e rendendo alguns Reais a mais. Isso é algo que qualquer pessoa sabe. O que a maioria das pessoas não sabe é que os juros podem render de maneira simples (como na Poupança) ou composta.

Juros compostosàsão os juros que rendem sobre juros.

Investindo em fundos de renda fixa, você pode acumular mais simplesmente substituindo sua poupança por aplicações que rendem sob juros compostos.

O segredo? Invista regularmente, mesmo quantias mais baixas, mas nunca deixe de investir.

3. Faça um planejamento

Acha difícil ter dinheiro no fim do mês para investir? Então tenha critérios para organizar suas finanças. Adote a regra dos 50-15-35, que permite a você concentrar 50% do seu salário em gastos essenciais, como moradia, alimentação e transporte, 15% em prioridades financeiras e 35% para manter seu estilo de vida (gastos em bares, restaurantes, assinaturas, entre outros).

Assim você delimita o que pode ou não ser gasto para lidar com as despesas sem deixar de aproveitar o que considera importante.

4. Identifique suas prioridades financeiras

No caso das prioridades financeiras, saiba identificA?-las corretamente.

Se você tiver dA�vidas, concentre-se nelas primeiro antes de investir, dando preferências às maiores, como as docheque especial. Essas funcionam sob juros compostos, ou seja, no longo prazo, tendem a ficar cada vez maiores e comprometer ainda mais o seuorçamento. Portanto, evite essas dA�vidas. Se for possível, procure por um empràstimo sob juros simples para quitá-las o quanto antes.

Caso seu saldo seja positivo, procure por soluções que tenham rendimentos maiores, usando os juros compostos a seu favor. Tesouro Direto, Letras de Crédito ImobiliA?rio, Letras de Crédito do Agronegócio e Fundos DI sãoA?timas opções de investimento.

5. Mude seu mindset

Mas não se concentre somente nos investimentos. é preciso também repensar os hábitos e gastos do dia a dia.

Neste sentido, é importante que você compreenda que ganhar dinheiro é diferente de acumular riqueza.

É fundamental repensar a maneiracomo você gasta o dinheiro que ganha, pois quando você tem um bom salário, mas gasta com produtos e serviços que não geram riqueza, além de não acumular, você, ainda, aumenta seu custo de vida e se faz refA�m desse custo.

O segredo aqui é transformar seu mindset e passar a ver as oportunidades por três de cada gasto, investindo naquilo que pode oferecer algum retorno futuro. Lembre-se que o tempo deve ser um aliado, portanto, não importa tanto o valor que você conseguirá acumular, mas sim o fato de poder fazer isso por muito tempo para ter resultados a longo prazo.

6. Conte com ferramentas

Você sabe quanto sua poupança rendeu no último mês? E o número exato de gastos por categoria? Lembra de quantas vezes sacou dinheiro no caixa eletrúnico? Essas informações sãoimportantes, pois permitem a você visualizar melhor o seu comportamento financeiro ao longo do mês.

Para lidar com isso da melhor maneira possível, conte com alternativas como osaplicativos de finanças. O Guia Bolso é um exemplo de algo que pode fazer a diferença no seu dia a dia. Ele integra diversas contas bancárias e permite a você conferir as movimentações de maneira detalhada e intuitiva, além de fornecer ferramentas para a realização de um planejamento financeiro.

7. Tenha metas definidas

O ideal é que você faça os cA?lculos de quanto vai precisar para atingir seus objetivos, por isso, não deixe de definir quais são eles. Tenhas metas no curto, médio e longo prazo.

Em geral, a meta a curto prazo é a formação de uma reserva de emergência, ou seja, o acúmulo de um valor que corresponda a algo em torno de seis a doze vezes o seu salário atual. O motivo é que se algo acontecer, como a perda do emprego, por exemplo, você terá pelo menos um semestre para se recolocar no mercado sem perda de qualidade de vida.

A meta a longo prazo é a aposentadoria, ou seja, o montante que você pretende acumular para que, depois de uma certa idade, tenha dinheiro suficiente para viver bem.

Já a médio prazo, você pode definir viagens,casamento, formatura, compras de móveis ou imóveis, entre outros.

Escolha os tipos de investimento em função desses objetivos para tornar sua gestão financeira mais racional.

8. Obtenha renda extra

Independente de qual for a sua prioridade financeira, ter uma fonte de renda extra é essencial para o acúmulo de dinheiro. Se você estiver em dificuldades financeiras, ela pode ser usada para quitar dA�vidas atrasadas ou evitA?-las, o que permite a você dar os primeiros passos no processo.

Da mesma forma, se sua situação for mais favorável, essa renda poderá ser usada como recurso sem que você precise mexer no seu salário, assim, não será preciso interferir na sua qualidade de vida para acumular dinheiro.

Alternativas de economia compartilhada, como o Uber, sãoválidas, assim como o acúmulo de pontos dentro de um programa de fidelidade para posterior conversão e venda demilhas. Neste caso, basta somente mudar seus hábitos de compras para transformar os gastos em investimentos.

Quer saber mais sobre como acumular dinheiro? Então confira nosso conteúdo nas redes sociais. Esperamos por você noFacebook,TwittereInstagram.

Posts relacionados

Comentários